2007-04-23

Cada vez mais mulher


Ao rever parcialmente o filme G.I. Jane, apercebi-me que sou capaz de ter um pé de cada lado.
A dada altura do filme, depois de apanhar muita pancada, Demi Moore encontra-se no bar com os seus camaradas de recruta e bebe uns valentes copos. Através dos comentários dos seus camaradas apercebemo-nos de que eles apreciam que ela beba como um homem.

Ora se tivermos em conta que eu não bebo (salvo episódios raríssimos em que insistem muito para que o faça) isso faz de mim uma menina.
É um bocado chato mas o que é certo é que não gosto do sabor do álcool e por isso sou discriminado. Os meninos gozam comigo e as meninas cospem e pontapeiam a minha pobre cabeça. Noutro dia houve mesmo uma criança de 3 anos que me fez um manguito enquanto bebia um trago de absinto.
Sinto-me discriminado, mal amado e nem sequer posso afogar as mágoas.

16 comentários:

  1. Opá, bebe lá mais um copo e não se fala mais nisso!

    ResponderEliminar
  2. sempre podes pedir um suminho de laranja e dizeres que é vodka laranja heheheh ( nao te eskeças é de tirar a palhinha, homem que é homem bebe sem palhinha :P)

    ResponderEliminar
  3. :)

    Eu não bebo de todo (não desde que apanhei uma bebedeira tal que passei 3 horas de cabeça na sanita) mas, eu tenho desculpa (porque sou gaja).

    Vá, faz-te homem e bebe lá um bagaço (ou uma daquelas bebidas que alegadamente faz crescer pelos no peito!)

    ResponderEliminar
  4. Ter a cabeça na sanita é fixe. Não ter nada no estômago e continuar a ter contracções faz bem aos abdominais. Excelente exercício.

    Alexandra, se não tens pelos no peito, não és um verdadeiro macho. Fraca!

    ResponderEliminar
  5. e café bebes?? alguns dos meus amigos homens que nao bebem cafe tambem nao bebem alcool ao que me leva a outra questao.. mas nao sei.

    ResponderEliminar
  6. Olhem este tipo a tentar cativar as babes...
    Pareces o Zé Maria a fazer-te de coitadinho.
    Faz-te homem pah!

    ResponderEliminar
  7. E não é que também não bebo café?
    Só falta mesmo é ser eunuco.

    ResponderEliminar
  8. Palminhas! Digo-te que adorei este teu post!
    É rarissímo ouvir, (ler?) alguém dizer uma coisa destas sem ficar constrangido e tu pareces-me perfeitamente à vontade com o facto e acho optimo. Eu também bebo pouco. Muito embora não diga que não a um Mojito...
    Mas, sobretudo, o que me fez comentar este post é que, o meu 1º trabalho foi com e para estudantes do ensino superior e tratava-se de um projecto de prevenção das toxicodependencias, no qual ( e obviamente) se inseria o alcool.
    Todos sabemos que os estudantes, principalmente nas festas académicas, funcionam a alcool...Aliás, são as cervejeiras as grandes patrocinadoras das ditas festarolas...
    E há aquela crença generalizada que "sem alcool não há diversão"...
    O pior é quando o feitiço se vira contra o feiticeiro e isso acaba por acontecer...
    Ena, já me perdi!...
    Mas tudo isto era só para reforçar que gostei do post!...
    :))

    ResponderEliminar
  9. Maria Ostra, repara só que não dou a cara de me escondo atrás de um PC.
    Posso ser mais cobarde?

    ResponderEliminar
  10. ai nao bebe café!! já estava mesmo a ver. uma pessoa parece c'adivinha

    ResponderEliminar
  11. Um blogue é um espaço público. Deve haver pessoas que te conhecem ou não?
    De todo o modo, quando sais com os teus amigos e se mantiveres a coerência e a assertividade do que aqui deixaste escrito...estás de parabens! :))

    ResponderEliminar
  12. Agradeço a simpatia mas a verdade é que nenhum leitor deste blog me conhece pessoalmente.
    Mantenho sempre esta postura até porque não só costumo ser sempre o gajo que conduz, como sou o Paizinho dos que bebem e para mais não gosto nada do sabor.

    ResponderEliminar
  13. É por essas e por outras que demorei anos até ter vontade de tirar a carta...

    Gosto muito de beber o meu copito. De vinho ou sangria aos jantares, e outros nos petiscos e à noite. Passei por anos de organização de festas da faculdade e da AAL. Mas nunca apanhei uma bebedeira. Apanharem-me desprevenida é que não!

    ResponderEliminar
  14. Só se fosse o tipo das notas de vinte euros! Ou o euromilhões... Mas à conta deste já tive o meu trauma.

    ResponderEliminar