2008-01-08

Baixem-se porque vou começar a disparar

Eu juro que evitei tocar neste assunto mas, depois de ler e ouvir tanta porcaria... Vai ter mesmo que ser.

  • Eu não fumo.
  • A lei do tabaco NÃO é injusta.
  • O que eu acho que está mal é o facto de não haver nenhuns espaços para os fumadores, por exemplo, nos centros comerciais (em que têm que ir fumar para a rua). A culpa não é de quem legisla é de quem não quis, tendo muito tempo para o fazer, criar essas áreas.
Se deixássemos os pequenos cafés escolher se podem permitir o fumo, ou não, ficava tudo na mesma. Todos permitiam e quem não fuma continuava a sujeitar-se.
Está certo que posso decidir se quero ir a uma discoteca ou se quero não-fumar. Os que lá trabalham não podem decidir. Ainda assim, as minhas emissões de CO2 são NATURAIS, INEVITÁVEIS e não prejudicam ninguém. O que os cigarros emitem é NOCIVO tanto para o fumador activo como para o passivo (e não me venham cá dizer que faz muito bem e que tem aloé vera).

"Ai que sou discriminado e sou considerado um-cidadão-de-segunda-criminoso-e-sou-perseguido-e-é-uma-ditadura-socorro!"
Imaginemos que eu tenho um vício. Imaginemos esse vício é andar a ejacular indiscriminadamente para cima das pessoas. Todos concordamos que isso, desde que não ultrapasse as barreiras biológicas que a pele nos dá, não causa qualquer dano para a saúde da pessoa (há quem diga que até hidrata com o intuito de conseguir outras gratificações). Porque carga-de-água é que não me é permitido "matar" o meu vício à vontade? Porque ofende as pessoas? Porque é um atentado à vontade delas de não andar por aí com esperma no casaco? Humm... Mas fumar é fixe! Não ofende minimamente a saúde das pessoas (leia-se com uma puta de uma expressão irónica).

Uma das argumentações que mais tenho lido é a "os carros também poluem e não proibem a circulação dos mesmos". Ora aí está um argumento a roçar a merda. Porque é mentira? Nada disso. Concordo totalmente, mas não será estúpido apontar o dedo aos automóveis quando também usamos um e não queremos nem por nada abdicar do mesmo?

Será que sou o único animal com um pénis que atinge valores negativos que sente a consciência minimamente pesada quando:
  • Ando sozinho de carro?
  • Deito comida fora?
  • Gasto água em demasia?
  • Deixo luzes acesas em casa?
Cambada de egoístas! Isto não se aplica só aos fumadores. Quantos de vocês é que, se pudessem escolher, trocavam o vosso carro a gasolina ou a diesel por um a GPL, que é menos poluente e que NÃO pode entrar em estacionamentos subterrâneos?
Eu, assim que tiver dinheiro para isso vou fazê-lo. Vou ter muitos problemas de estacionamento mas vai mesmo ter que ser.

Mais uma mensagem de ódio para os fumadores (só para os porcos) e outros atiradores-de-lixo:
- Os vossos pópós têm uma coisa chamada cinzeiro. A janela não se chama "cinzeiro", chama-se "janela". Se estiverem num local sem recipientes para depositar o lixo que fazem (incluindo o fim do cigarrito) é a vossa obrigação guardar o produto da vossa actividade. O problema é de quem consome, não é do planeta.

P.S. (que não o é porque isto é editável e não é uma carta em papel) - Sim, eu sei. Estou a preocupantemente mete-nojo. Quem tiver coragem de dizer que há algum extremismo no que aqui escrevi que se chegue à frente.

P.S.2 (continuação da estupidez) - Não sou um santo, ando de mota por entre os carros. A maravilha deste risco/ilegalidade é que se estragar um carro o seguro paga e se me magoar as consequências são todas para mim. Se arrancar o braço a um fumador a culpa é dele. Se o fumo é assim tão bom mantenham-no no interior do automóvel.

58 comentários:

  1. Extremismo?
    E a estupidez dos fumadores arrogantes a quem tinha-se de pedir (PEDIR!!!!) para não deitarem o fumo para cima? Sempre ouvi dizer: "olho por olho, dente por dente".
    É pena que os tugas (a maioria) só lá vão com repressão. São criancinhas a quem os pais não dedicaram tempo para educação e ficam chocados quando há leis que os obrigam a ser civilizados.
    Tu tás lá! (onde quer que isso seja)

    ResponderEliminar
  2. Flávio, eu nunca me opus a que fumassem ao pé de mim nem nunca pedi para pararem. Era um desconforto que aceito para estar na companhia de quem gosto.
    Acho que o vicio é mesmo forte. Acredito e não tenho experiência para o minimizar. Não aceito é que se diga que quem prejudica os outros tem direito à mesma liberdade que os que são prejudicados.

    Estou mesmo cá (ninguém o pode negar e será sempre uma verdade absoluta).

    ResponderEliminar
  3. aiiiiii mas o pisto é fofo, deixa fumar na cozinha! eu gosto do pisto

    ResponderEliminar
  4. Só não deixo mais vezes e em todo o sitio porque o aroma não acaba quando se apaga o cigarro e porque há mais gente que não fuma que vive na mesma casa.

    ResponderEliminar
  5. E tá dito!

    (Sem acentos, mas vicio e vício até dá uns trocadilhos engraçadotes)

    ResponderEliminar
  6. E tambem devia ser proibido poluir o blogue com os teus posts! Faz mal à saude dos leitores. À saude mental, que é mais lixada de tratar! :-)

    ResponderEliminar
  7. Aguardo ansiosamente que chegue a minha autorização de abate. Serei a minha primeira vitima.

    ResponderEliminar
  8. ai C@r@lh0!!! (tinha que começar assim) até que em fim, alguém escreve sobre isto sem papas na língua!!!

    concordo a 90% (menos a parte do GPL)

    ResponderEliminar
  9. Olá Piston

    Sou fumadora e concordo com esta lei. As crianças e demais não são obrigadas a levar com o meu fumo!!!!

    beijos

    ResponderEliminar
  10. Eu sabia que as crianças não serviam só para fazer piadolas pedófilas (um grande abraço para a Maddie, independentemente das larvas que tem em cima).
    São um excelente argumento para defender esta lei.

    Eras a minha única esperança. Sem o teu apoio estou certo que não vou conseguir a aprovação da LEVP (livre ejaculação na via pública). Lamento.

    ResponderEliminar
  11. O Flávio puxou um assunto que me interessa. O "ter que pedir" para não nos atirares com o fumo para cima... Vou começar a cuspir para cima das pessoas e só o deixo de fazer quando ME PEDIREM para o deixar de fazer.
    Adoro ser uma sacana arrogante.
    Eu lido um pouco mal com o fumo porque acho de uma falta de educação e bom gosto (para além de cheirar mal pa porcos)
    Quem é que gosta de cheirar mal da boca? (e da roupa que essa gente anda emprenhada de mau cheiro tabagistico)
    Em relação aos estabelecimentos não terem "tempo" para fazer um espaço para fumadores isso é treta, eles têm tempo mas ter esses mesmos espaços implica custos extra...
    (não disse nada de jeito ... ando esquisita)
    Beijinho xuxu

    ResponderEliminar
  12. Ups perdão! Pedaço de estrume eu dei um erro imperdoável!
    Insinuei que vossa excelência o Rei do Cócó de Vaca "nos atirava com o fumo para cima" mas era "nos atirarem com o fumo para cima"!
    Que fique esclarecido que o Piston pode ser uma bosta em tudo mas nisto até que concordamos.

    ResponderEliminar
  13. Gostei dessa do cuspir. É um ponto de vista interessante.
    Oh bicho, quem falou em "tempo"?
    Eu peguei no exemplo dos centros comerciais porque tiveram tempo e têm dinheiro só não quiseram fazer essas salas/áreas.
    Não se pode culpar o poder legislativo por todos os males do país.

    ResponderEliminar
  14. Porque faço selecção de pessoas ou de situações?

    ResponderEliminar
  15. Porque faço selecção de pessoas ou de situações?

    ResponderEliminar
  16. Porque faço selecção de pessoas ou de situações?

    ResponderEliminar
  17. No dia em que me apontarem o dedo por prejudicar os outros de ânimo leve voltarei a ponderar essa critica.
    Sempre me considerei imparcial mesmo em causa própria.

    ResponderEliminar
  18. Sim, crítica. Dá-me um desconto. Foi escrito no telemóvel e com uma moca de sono.

    ResponderEliminar
  19. Só não assino por baixo, porque isso dá assim um certo toque de bichanice, mas tal como no futebol é tudo uma questão de beneficiamento do infractor:

    Antigamente, em caso de dúvida beneficiava-se o infractor (só em casos mt específicos é q n se podia fumar em certos sítios e eras olhado de lado se pedias para não apanhar com o fumo)

    Actualmente, não há dúvidas, acabaram-se os benefícios para o infractor. O problema é que, mais do que o vício, o hábito de fumar onde se quiser estava instalado e, como se sabe, mudança de hábitos é sempre uma coisa muito complicada...

    ResponderEliminar
  20. Cuidado Mak. "Infractor"!
    Fumar é legal. Já basta ter que ouvir os fumadores a queixarem-se que estão a ser são tratados como criminosos.

    ResponderEliminar
  21. Nunca ouviste falar que custa os ricos são os mais sovinas?
    Eles têm dinheiro mas custa-lhes imenso gasta-lo... daí ter dito aquilo meu suíno

    ResponderEliminar
  22. cigarros de aloe vera, fantástico!!!
    Menos prejudiciais à saúde sem dúvida!!

    Cigarrinhos de soja!!Até é capaz de ser melhor, até pode ser que nem façam fumo!!!!
    Os cientistas ainda não se lembraram dessa.

    O Graça

    ResponderEliminar
  23. Sou fumador e a favor da lei!
    Quanto a tudo o que escreveram, parabéns! São todos, salvo raras excepções (claro que todos vão pensar que são as excepções, mas estou-me a cagar!), umas belas bestinhas! Uns porque defendem posições radicais, outros porque recorrem ao insulto barato e a teorias de merda!
    O carro polui, o cigarro polui, as teorias de merda poluem, mas ninguém proibiu o tabaco por causa da poluição ou da defesa do planeta. A proibição tem a ver com saúde pública (supostamente), porque o tabaco provoca cancro. O cancro mata, mas nem é isso que mais incomoda os legisladores nacionais e europeus. É mesmo o orçamento gasto com os tratamentos aos doentes com cancro. E porque fica bem proibir um acto que era erradamente permitido, acrescento
    Entretanto, eu continuo a fumar, porque afinal, continuo a ser o mesmo estúpido que era quando comecei a escrever este comentário!

    ResponderEliminar
  24. Pisto, só queria dizer que é permitido fumar nos pequenos cafés DESDE que instalem sistemas de extracção de fumo eficazes. O que não pode acontecer nos pequenos cafés é áreas para fumadores/áreas para não fumadores, como acontece com os estabelecimentos superiores a 100m2. O problema é que ninguém quis gastar dinheiro em extractores eficazes e vai daí, proíbiram.
    Gostei imenso do post e concordo. Não fumo (só muito de vez em quando) e concordo com a lei e não acho nada que seja demaisado repressiva. Exactamente porque fumar era prejudicial a quem não fumava e tinha de levar com o fumo. Quanto aos argumentos rídiculos, já parece o mesmo que aconteceu na altura da legalização da IVG: mentir, manipular para tentar chegar onde querem.

    ResponderEliminar
  25. Maria, não sei não. Acho que foi mais não querer do que ter problema em gastar o dinheiro.

    Graça, de soja? Eu gostava é de um cigarro de bitoque. Isso é que seria um sucesso. A soja funcionaria como uma espécie de Nicorette gastronómica.

    Mike, fiquei sem perceber se há aí ironia.
    Não me interessa porque razão proibiram, interessa é que fique tudo mais justo.

    Meia às Riscas, "Pisto"? De onde me conhece você?
    Obrigado pela correcção. Ignorava esse facto.
    Infelizmente há mais gente a fumar que a abortar. Seria bem mais bonito e muito menos prejudicial se invertessem o número.
    "Ai eu sou pela vida!"
    "Ai a minha liberdade! Dêem-me o tabaco de volta! Que se fodam as crianças que estão no café."

    ResponderEliminar
  26. Concordo a 99% com o que dizes, só uma rectificação:

    pela lei que está em vigor, os carros GPL PODEM entrar nos parques de estacionamento... só estão proibidos é de ESTACIONAR! Se andar por lá às voltinhas, estou dentro da lei!

    Já agora, fica a nota: carros com GPL que queriam estacionar nos respectivos parques para GPL, podem deparar-se frequentemente com o fantástico cenário de estar o parque entupido com carros normais, só porque é mais cómodo e está mais perto...

    ResponderEliminar
  27. Assim que vi a carrada de comments, estalei os dedos para moer o pessoal! Qual não é o meu estupor, quando vejo que toda a gente está de acordo...
    Mas a dos golfinhos deu para voltares ao teu usual-self.

    ResponderEliminar
  28. Português, obrigado pela correcção.

    Maria, todos de acordo? Nem por isso.
    O que é o meu "usual-self"? Psicopata animal?

    ResponderEliminar
  29. Sou fumadora e concordo com a lei. Mas também não posso deixar de me sentir desconsiderada (e não descriminada) pela maioria dos cafés, restaurantes e afins. Podiam ter pensado também um bocadinho em nós, não é?

    Tenho-me dado conta da enorme quantidade de beatas à porta dos edifícios (por exemplo de escritórios). Era de colocar um cinzeirito, não? Há-os tão fashion, discretos, a fazer pendant...

    Outra coisa: o exemplo da ejaculação e do cuspo são tão ridículos como o exemplo do fumo dos carros.

    Enfim, vamos lá tentar repartir este espacito o melhor que pudermos sem nos incomodarmos muito, sim?

    ResponderEliminar
  30. Concordo plenamente contigo Piston. Expressaste exactamente aquilo que eu penso.

    Dulce, essa dos cinzeiros para mim não pega. Eu quando faço lixo deito-o no caixote do lixo. Quando não há um perto, mantenho-o comigo até encontrar um. O problema das beatas é muito simples. Apagam o cigarrito (não é necessário ser nas próprias mãos. Não, eu não chego a tanto...) quanto muito na solinha do sapato e depositam-no no caixote do lixo no interior do edifício onde se encontram ou num dos muitos caixotes do lixo que se encontram pelas ruas (desde que apaguem bem o dito cujo, o que não é um hábito de muito bom fumador, que deixa a beata a fumegar em cinzeiros...ai perdão, deixava...). Eu por acaso também reparei nesse pormenor logo na primeira oportunidade que tive de ir a um bar. E foi engraçado reparar que não é por haver mais do milhentos cinzeiros nas mesas, que essa situação muda. Os fumadores sempre tiveram o belo hábito de deixar cair a beata e apagá-la com o pé (e às vezes nem isso...) Parece-me que o problema continua, em grande parte, nos fumadores...O respeito pelo próximo é muito bonito, mas neste cantinho ainda é um bocado raro...

    ResponderEliminar
  31. Dulce, de acordo. Não entrem no meu terreno que eu não entro no vosso. Eu deixo que fumem ao pé de mim, mas gosto de poder decidir de quem é o fumo que entra em mim (bem erótico).
    E agora um exemplo de maturidade: no que toca aos exemplos estúpidos, não fui eu quem começou primeiro!

    Izzi, queres ejacular em público? You make me sick!

    ResponderEliminar
  32. Desculpe, Piston mas tenho de dar um recadito através de si (também é um não-sei-quê-erótico, hein?) a/ao Izzy. Eu falo nos cinzeiros, porque de facto facilitavam-nos a vida. Não quis, de forma nenhuma, incitar à conspurcação das ruas... Mas facilitava, pronto.

    Bj e obrigada, Piston, por ter-me deixado "atravessá-lo".

    ResponderEliminar
  33. Dulce, não tem de quê!

    Izzi, lê lá de novo o post e os teus comentários.

    ResponderEliminar
  34. Piston, diz lá se uns bons argumentos polémicos não fazem disparar as audiências de um blogue, hã? Vai já pensando no próximo tema polémico a abordar. :-)

    ResponderEliminar
  35. Pelo menos faz disparar a taxa de comentários de uma maneira...

    ResponderEliminar
  36. Desculpa piston, mas isto anda muito lentinho para estes lados...

    Tu tens noção que eu sou do sexo feminino, certo??

    ResponderEliminar
  37. Pistonzeco:

    Por trás da asneirada com que escondes uma total incapacidade de surpreender os outros, não passas de um fradeco. E aposto que, num seminário, fechavas os olhos a tudo. UI!

    ResponderEliminar
  38. Izzi, por acaso não tinha. Peço desculpa.

    Anónimo, deixe-me que lhe diga que quero dar-lhe um chi-coração.
    Se bem que a "incapacidade de surpreender os outros" possa ser algo discutível, quando diz que sou um "fradeco" tenho que lhe dar os parabéns. Acertou.
    Agora peço desculpa mas tenho que voltar para a congregação, tenho crianças nuas à minha espera.

    ResponderEliminar
  39. Piston, 'tás perdoado ;)
    Eu bem me parecia que tinha razão em estar confusa...lol

    ResponderEliminar
  40. Ai Pistonzinho querido, que te adoro!

    Coisa que toda a gente se "esqueceu" de mencionar.

    A proibição é uma decisão do proprietário.

    Os proprietários tiveram meses para adaptações até à entrada em vigor da lei.

    E sublinho, os sistemas de extracção directa de ar não são nada dispendiosos como os apontam.

    Porque é que não se diz antes, não colocou o sistema porque se está a borrifar para o cliente?

    Gosto tanto de falar a sério no teu blogue!

    ResponderEliminar
  41. "Não se pode culpar o poder legislativo por todos os males do país."

    It's a fact. Piston is running for politician!

    ResponderEliminar
  42. Ai Alexandra Alexandra oh Alexandra(ler como Nuno Markl no Homem que mordeu o Cão)!

    Você quer seduzir-me ou vai tentar pedir um empréstimo a este pobre coitado?

    ResponderEliminar
  43. Não achas que agora que os obrigam a ficar do lado de fora dos restaurantes, deviam permitir aos cães ir lá para dentro? Também temos pulmões, porra!

    ResponderEliminar
  44. Ainda antes de ontem estava a falar disso.
    Só aceito cães nos cafés se estiverem bem passados.

    ResponderEliminar
  45. http://permitidofumar.multiply.com/journal/item/2/Lista_de_locais_onde_se_pode_fumar

    ResponderEliminar