2018-01-13

Destronando prazeres, entronando.

Controlamos o que comemos, quanto comemos, quando comemos e durante quanto tempo o fazemos.
Num mundo perfeito estas métricas espácio-temporais seriam transpostas para a defecação, ameaçando desta forma o "jantar" como forma cimeira de convívio.


Sem comentários:

Enviar um comentário