2017-07-23

Avó a Bordo

Esqueçam aquela história do bébé a chorar num avião.
Experimentei recentemente o agradável que é ter uma avó a embalar um bébé, com a delicadeza de um gorila, autista, cocaínado, enquanto sopra no nariz de rebento alheio.
O bébé fez o melhor possível, mas foram raras as vezes que conseguiu lidar com as forças G.

Está fisicamente apto a entrar num processo de recrutamento da N.A.S.A. mas necessitará de muita terapia para esquecer a velha.

Sem comentários:

Enviar um comentário