2017-03-20

Interagindo com os leitores

Nas raras ocasiões nas quais troquei mensagens no Facebook tive o prazer de conhecer o "Miguel" (nome que de facto é real, sendo dispensável o uso de aspas).
Não sei qual foi o gatilho para tais declarações de amor mas, sendo membro de uma claque de futebol, é possível que não tivesse alguma namorada à mão para espancar num dia de derrota.










 É possível que o anexo que ele não recebeu fosse um subproduto da minha existência.

Sem comentários:

Enviar um comentário