2015-12-11

Geocentrismo ateu

Uma das minhas coisas menos favoritas no mundo são os activistas em causas próprias que só as abraçaram por se verem no meio delas.

Daqui a uns anos, quando a genética conspirar de vez com a alopécia e o meu cabelo cessar de existir, deverei começar a pregar que a sociedade impõe cânones de beleza errados e que "é dos carecas que elas gostam mais"?
E quando vir em revistas fotografias de carecas que não estão a usar um gorro, devo partilhá-las com frases inspiradoras como "finalmente alguém decide fazer uma produção fotográfica com homens reais"?
E passado algum tempo posso ir fazer implantes capilares alegando que "é apenas por razões de saúde" e não porque na verdade tinha andado a tentar vender mentiras aos outros na esperança de que eu próprio começasse a acreditar nelas?

Aceitem o que são e como são e parem lá com essa merdinha de chapar moral estética na cara dos transeuntes.

Sem comentários:

Enviar um comentário