2015-12-24

É Natal, é Natal!

Limpem esse sorriso estúpido da cara. Não gosto do Natal, ok?

Se durante as festividades tudo estiver a decorrer na maior harmonia e com grande felicidade, façam-me o favor de não dar notícia alguma.

Se como eu vêem no Natal uma época de profundo sacrifício e tiverem, num golpe de sorte, uma avó que se chegou demais à lareira e pegou fogo ao casaco, venham ter comigo.

Eu sou aquele que vai soltar convosco grandes gargalhadas ao ver as fotografias da velha a correr enquanto dela emanam labaredas de considerável tamanho.

Sem comentários:

Enviar um comentário