2015-08-01

A Internet é um idoso


Ainanas
Tá Bonito
Eu Gosto é Disto

Estes são sites rameiros, para gente rameira, que asseguram diariamente que a internet está comovida.
Aparentemente há por aí muito cabo de fibra óptica que está constantemente de lágrima ao canto do conector.

Os autores destes sites não fazem mais do que aguçar a curiosidade daqueles que têm muito pouca vida para além dos vídeos de gatinhos e de reality shows onde se procuram talentos.
Não fazendo ponta de corno para produção de conteúdos, os criadores destas espumas-de-canto-da-boca fazem bom dinheiro utilizando para isso o que outros gravaram algures pelo mundo.

Desviando-me um pouco deste assunto, gostaria que me explicassem que necessidade constante é esta que muita gente manifesta nas redes sociais de precisar de poesia na sua vida? Há alguém que dê um toque no ombro desta gente e que lhes explique que não são escritores com livros editados nem fotógrafos a expor os seus trabalhos na bienal de Veneza mas que na verdade se encontram na Brandoa e que o cheiro a refogado não vem da cozinha?

Sem comentários:

Enviar um comentário