2015-08-31

9 anos

Querido blogue,

Hoje que é o teu aniversário e que começas a deixar de ter interesse para diplomatas e malta do Clero, gostaria de me endereçar a ti como fazem as pessoas que escrevem coisas no Facebook como se fossem para entes-queridos que esticaram o pernil.

Gosto muito de ti caraças. Bem sei que sem mim não existirias e que, bem vistas as coisas, estou apenas a ser um narcisista de merda, mas gosto mesmo de ti.

É certo que já tive muito mais orgulho no que expões na tua montra mas, ainda assim, é factual que me deste a conhecer muitas pessoas ao longo destes anos e que algumas delas passaram a ter uma importância gigantesca na minha vida. É também inegável que, quando já te julgava enterrado, rompeste a terra com o teu bracinho imaginário e voltaste para abalar os meus alicerces, dando-me a conhecer uma pessoa cujo enquadramento legal no que toca à saude mental é deliciosamente discutível mas que, juntamente com todos os que por aqui passaram ao longo de destes anos, fizeram com que a minha inevitável insanidade fosse severamente atrasada.

Aceita este meu singelo agradecimento em jeito de auto-fellatio.

Cumprimentos,
Piston


Sem comentários:

Enviar um comentário