2015-02-08

Liberdade sexual devidamente quotizada

É fascinante que a Teresa Guilherme, feminista bem assumida, explore e permita que se expressem, de forma bastante explícita, opiniões acerca da amplitude do canal vaginal de uma rapariga que aparentemente tem uma taxa de admissão bastante elevada.

O prime-time da televisão portuguesa é repugnante até para um javardo do meu calibre.

Sem comentários:

Enviar um comentário