2012-03-28

Imagens potencialmente formativas

Há uns tempos atrás, ao fazer uma pesquisa completamente inocente, fui dar de caras no Youtube com vídeos formativos onde se explicava e demonstrava a forma mais adequada de fazer o papanicolau.
Passados 10 segundos já me encontrava a um canto da sala a ensaiar pequenos movimentos de inspiração autista.

2012-03-24

Intervalo

Não tenho um especial interesse em magoar, muito menos de forma gratuita, embora saiba que o faço com frequência.
Não retiro nenhum prazer perverso quando dou uma facada em alma alheia e só o faço quando dela depende a expressão de uma verdade que é necessária e que, por muito que doa, poderá ser a única forma de evitar um sofrimento em câmara lenta.

Manter pessoas em banho-maria é o modus operandi dos fracos, dos que têm medo da solidão, dos que necessitam de ter algo na prateleira para um dia de Inverno mais rigoroso.
Não me considero fraco e o meu estilo não me permite utilizar o artifício do "deixar andar", como tal, magoo com brutalidade, às vezes porque sou bruto, outras vezes porque a verdade é simplesmente dura demais.

Compreendo a dor mas não vejo qual a utilidade de a infligir gratuitamente, como forma de ripostar, nem de que forma essa acção pode anular o que a fundamentou.

É o que é.

2012-03-17

Orgasmo

Aquele prazer ligeiramente superior ao que experimentamos quando vemos um taxista envolvido num acidente de viação.

2012-03-12

"Esta cara não me é estranha"

Quando Sónia Brazão se apresenta neste programa acontecem três eventos em simultâneo:
  • A claque da unidade de queimados entra em delírio
  • Milhares de mulheres interrogam-se se a melhor forma de esfoliar não será com um maçarico
  • Eu interrogo-me se a tentativa de suicídio terá alguma coisa a ver com aquela cara de cavalo