2011-10-12

Iniciativa legislativa

Há certas e determinadas pessoas que usam todo o tipo de estratagemas para conseguir obter alguma vantagem em relação aos que lhes são superiores.
Quando estou a correr e vejo um tipo a passar por mim de cadeira de rodas, sinto uma extrema injustiça. Defendo que estes desordeiros, com um especial apetite pela batota, sejam autuados e lhes seja aplicada uma coima com o valor de 3 vértebras.

3 comentários:

  1. Então lê o texto ao contrário: o teu esforço de pernas é o esforço deles de braços. Tu serias multado pelo valor de uma tíbia.

    ResponderEliminar
  2. Embora não me tenha explicado em condições, quando pensei neste post estava a avistar uma senhora a ser empurrada pelo passeio marítimo de Oeiras.
    Esforço 0.

    ResponderEliminar
  3. Bom, aqui me confesso. Eu sou aquela besta que um dia, ao passar por uma pedinte sem um braço, e quando a amiga que me acompanhava me contou que ela lhe tinha pedido para lhe dar vestidos, perguntei: "Todos de manga curta, não?". Eu mereço que me caia o piano em cima. Sem Clooney atrelado nem nada.

    ResponderEliminar