2011-09-16

"Era amigo de toda a gente!"


Espero bem que quando eu for um cadáver ninguém se atreva a dizer que eu não tinha inimigos e que toda a gente gostava de mim.

Sou uma besta em vida e não é por estar frio que passo a ser uma excelente pessoa.

7 comentários:

  1. Só para te chatear vou contratar duas velhas carpideiras, daquelas bem ranhosas, para ficarem ao fundo do caixão, enquanto lamentam:
    - Era tão brincalhão, quando me via na passadeira tentava sempre tirar-me o pó da roupa com o carro, tal a velocidade com que passava!

    ResponderEliminar
  2. A mim basta-me que gemam "Tão boa..." e depois espirrem as minhas cinzas por um penedo. Ou as snifem.

    ResponderEliminar
  3. Piston,

    Já pensaste em pedir ajuda para perceber de onde vem essa necessidade de passar a imagem de "sou uma besta", "sou tão directo que ele/a até fica à nora", "não tenho muitos amigos porque sou blá blá, blá", "vejo e faço o que os outros não vêem/fazem"?

    É que quando te leio, muitas vezes revejo-me no que escreves mas eu nunca digo o que sou ou faço. Apenas faço.

    Isto parece aqueles reality shows em que todos dizem: "eu digo tudo na cara pá", "eu sou bué da directo".

    Vá agora espero uma reposta arrasadora pelo desprezo ou desdém.

    ResponderEliminar
  4. Natasha, peço-te já essa ajuda: psicanalisa-me.

    Podes dar alguns exemplos da minha escrita masturbatória?

    ResponderEliminar
  5. Bem se tenho que te dar exemplos, o caso é muito pior do que eu pensava :) revela falta de auto-análise e auto imagem.

    ResponderEliminar
  6. Não será por isso que preciso de ajuda?

    Reparei que não tens um blog e, como tal, não escreves o que fazes. Lógico.

    O objectivo mais comum de quem tem um blog é conseguir encontrar pessoas que se identifiquem com o conteúdo do mesmo.

    Já por aqui escrevi algumas vezes que esta é a minha válvula de escape. É uma espécie de espaço de desabafo onde posso deitar tudo o que me irrita sem ter que forçar ninguém a ouvir ou ler.

    Agora a tua análise. Aguardo.

    ResponderEliminar