2011-06-14

Os americanos são tão ridículos

Acabo de ver na RTP1 mais um episódio de um programa que mostra como sobreviveram pessoas que se encontraram em situações extremas, após um qualquer acidente num local isolado.

Hoje saiu-me na rifa um americano que caiu numa fenda no gelo, ocultada pela neve, e para onde arrastou literalmente o seu companheiro na expedição que estavam a fazer. O primeiro a cair estava ligado ao segundo por uma corda. O segundo conseguiu fazer com que a queda do primeiro fosse mais suave mas não conseguiu evitar que ele próprio caísse, neste caso, sem ninguém para fazer por ele o mesmo que ele acabara de fazer pelo amigo.

Resultado: o que meteu a pata na fenda safou-se e o que fez com que ele não morresse, esticou o pernil à grande.

Ao sobrevivente restava a genuinamente árdua tarefa de escalar 24 metros em condições muito difíceis. Conseguiu.
Durante todo o relato dos acontecimentos vamos vendo o depoimento do sobrevivente que se mostra muito pouco humilde, quase gabarola, mas sempre com aquela mania ridícula que os americanos têm de atribuir uma simbologia nobre a toda e qualquer porcaria.

O pico da minha irritação foi atingido quando ele, depois de ter sido resgatado, decide que antes de ir para casa tinha que ir a um bar beber cervejas porque era o que estava combinado com o seu amigo CADÁVER. Este episódio terminou com o tipo, muito emocionado, a dizer que pediu dois canecões e que os bebeu, um por ele, outro pelo amigo que ele deixou no congelador. Que merda mais bonita. Se o outro não tivesse a pila congelada podia ser que urinasse e que desse uma eventual arrotadela.

3 comentários:

  1. também estive a ver. depois fartei-me e agradeço-te desde já por me dares o desfecho da história! estou mesmo arrependida de ter desligado a televisão (aquilo dá todos os dias ou foi só hoje?)

    ResponderEliminar
  2. Só sei que já vi vários episódios mas sempre por mero acaso. Não sei se dá todos os dias.

    ResponderEliminar
  3. Tipo, os americanos tem falta de parafusos na cabeça xD
    Não era suposto o 2º ter caído em cima do 1º?

    ResponderEliminar