2010-04-12

Etiqueta do Luto

Hoje comemora-se(?) um dia de luto oficial por toda a Europa em memória do falecido presidente de Polónia.

Isto suscita em mim uma pilha de dúvidas. Não que eu tenha algum problema com o facto de me dizerem como é que me devo sentir, mas:
  1. Neste dia são permitidas relações sexuais?
  2. Sendo a masturbação um prazer eminentemente egoísta, é permitido?
  3. Temos que suspender práticas necrófilas?
  4. Temos que, pelo menos, fingir que estamos tristes?
Gostava também que me esclarecessem para que serve um livro de condolências. O amigo Cavaco e o camarada Sócrates foram assinar essa coisa. Eu gostava sinceramente de saber o que escrevem lá e se há alguém que algum dia vá tocar naquela merda.

Outra coisa que me causa alguma estranheza é o facto dos políticos se sentirem tristes, consternados e CHOCADOS. Chocados? Ele caiu num avião e morreu. Parece-me que a queda tem uma consequência natural. Eu sentir-me-ia profundamente chocado, isso sim, se ele saísse dos destroços a dançar o "Singin' in the Rain" mas sapateando no sangue.

Isto tudo para dizer o quanto adoro a etiqueta destas prostitutas emocionais.

4 comentários:

  1. O livro de condolências é tipo um FREE PASS de pedidos no céu. Vais pedindo coisinhas aos que vão indo, e depois quando lá chegas não precisas de esperar na fila "Ah, eu tenho um amigo aí dentro". E entras logo. Causas logo boa impressão e as anjinhas vão querer logo ir contigo para a cama. Pelo menos só pode ser para isso que serve.

    ResponderEliminar
  2. Ainda por cima o gajo tem um irmão gémeo que já foi primeiro ministro. Tinham trocado os gajos e corria menos tinta.

    Causa muito menos choque e consternação morrer um ministro, pelo menos segundo as tabelas internacionais...

    ResponderEliminar
  3. Sofia, já te disse que aprecio bastante as tuas ideias? Conta-nos mais...

    Mak, no meu caso causa-me o mesmo choque. O choque de ter que levar com uma avalancha de sentimentos fabricados.

    ResponderEliminar
  4. quem não assinar o livro de condolências não é convidado para o proximo funeral...
    o livro também pode servir para o morto se entreter a ler na eternidade ou então "remorrer" de tédio.

    ResponderEliminar