2009-05-30

Rosnador electrónico II

Apesar da má qualidade da imagem, acho que conseguem perceber a que me refiro.

Ainda estou traumatizado e sinto que isto só lá vai com um fellatio.

2009-05-29

Rosnador Electrónico

Vamos consultar o mapa que se segue:


Ver mapa maior



Esqueçam o trajecto. Vamos concentrar-nos no "B".

Para quem não sabe, a grande área sem nada construído a sul do "B" encontra-se assim, segundo se diz por aí, porque terá túneis da NATO (complexo abaixo e à direita).

Estava a voltar alegremente de um passeio de bicicleta quando decido cortar-mato para chegar mais rapidamente a casa.
Começo a seguir um carreiro e apercebo-me que não estava a ir para onde queria, mas deixei-me levar. Começo a ver uma propriedade, no meio do arvoredo, da qual não tinha qualquer conhecimento. Apercebo-me que não está nada mal tratada e tem até câmaras de vigilância. Gente cheia de pasta? Aparentemente sim.
Começo a dirigir-me então para o ponto "B", onde consigo perceber pelos prédios que há estrada à minha espera.
Quando me aproximo do mesmo reparo que no muro da propriedade estão montados uns sensores, coisa que nunca antes tinha visto. São pequenos quadrados revestidos a plástico bem granditos. Passo ao lado de um deles e sigo por um piso em cascalho que delimita uma faixa no EXTERIOR da tal propriedade.
Ando alguns metros e observo as inúmeras câmaras instaladas acima da minha cabeça quando de repente soa um sinal sonoro, bem audível, e acendem-se potentes holofotes. Aquilo é coisa para assustar. Olho à volta e certifico-me de que não estou a fazer nada de errado. A zona onde circulo não está vedada e não há mal algum em estar ali. Mais uns metros, novo aviso sonoro, mais uma série de holofotes acessos. Estava a sentir-me um bocadinho incomodado. Certamente já tinha alguém a seguir-me pelas câmaras.
Chego ao fim do tal piso de cascalho e paro em frente ao portão, na esperança de ver escrito o que identificaria a razão para tanto espalhafato. Parei meio segundo. Novo holofote a acender-se, eu a dar à sola.

Aparentemente aquilo é a Quinta de São Gonçalo (também é o nome da urbanização em que está inserida) e não faço a mais pequena ideia do que possa estar ali dentro.

  1. Não pode ser da NATO, é uma empresa de segurança privada que controla o sistema.
  2. É claramente coisa para ter papel. Uma das entradas só está acessível de todo-o-terreno (ou bicicleta do parolo).
  3. Não me parece o rico comum. Note-se que não me aproximei minimamente do muro. O facto de estar a 2 metros do mesmo, fez com que o animal rosnasse para mim.
  4. Há um jardim no ponto oposto, afastado do muro e com vedação de rede que também está cheio de sensores.
Quem sabe o que é esta quinta?
Quem quer praticar sexo comigo nesta área?
Acham que se começar a visitar aquilo todos os dias me começam dar umas bazucadas?
E se eu começar a disparar os sensores com o pénis? Acham que eles ficam confusos por verem um órgão sem o dono por perto?

2009-05-28

Fodassssssssssssssssss!

É esta a expressão que acabo de libertar involuntariamente.
A Playboy portuguesa é mesmo uma merda.
Desagrada-me o facto de terem feito a vontade a quem estava mortinha para ir mostrar as peles e simultâneamente permitirem que tão foleira personalidade o faça.

Peço que leiam o texto entre aspas (dentro do artigo). Será que acham que ficamos de repente a pensar bem de tão virtuosa menina? Tão nobre que ela é. O seu maior sonho era mostrar a vagina a uns milhões de machos.

Antes o 24 horas. O nível está mais alto.

2009-05-27

Manelita

Estimada Kitty,

Para você que se manifestou em relação à total indiferença que mostrei perante a luta Manuela Moura Guedes Vs Marinho Pinto e para todos os outros que possam não ter vida sexual e que percam tempo a ler este blog, cá vai:

Não vi em directo mas vi no Youtube e, obviamente, fui forçado a ejacular.
Nunca esquecendo que Marinho Pinto é uma grande besta, um incontinente verbal e um esfomeado por protagonismo, há que referir que o homem de vez em quando diz umas coisas acertadas.

Pela primeira vez na história do ego corrosivo e completamente desproporcionado de Manuela Moura Guedes, houve alguém que lhe colocasse o pé na goela e apertasse com força.
Esperneei de prazer quando o senhor referiu que Manuela não deve conhecer o seu próprio código deontológico.

Não teci qualquer comentário anteriormente porque estava mais que falado na blogosfera, já tinha lido tudo aquilo que me passava pela mente e também porque gosto de ser um camelo original.

Manela, amor, tenta falecer, ok?

2009-05-26

Darwin escreve direito por linhas tortas

A teoria neo-darwinista está mais que actual e ainda hoje tive prova disso:

Um jovem, coxo, por lesão temporária ou permanente, atravessa uma via rápida no Campo Grande à saída de um túnel. Não era hora de ponta e o trânsito rolava a boa velocidade. Repito: COXO!

Há genes que são maus demais para não serem eliminados. Hoje safou-se. É uma questão de tempo.

Esperemos que um camião faça a recolha do seu esperma antes que o consiga passar a alguém.

2009-05-25

2009-05-22

Triângulos Amorosos

Os mais interessantes são aqueles em que apenas um vértice tem conhecimento de que faz parte de uma forma geométrica.

2009-05-21

Corega - Cola para dentaduras

Gosto do anúncio da Corega.
Gostou que refiram que o produto fixa p'ra burro e não tem sabor.
Não gosto da senhora a cantar... Lamento que tenha ficado mais confiante.

Uma mensagem para os directores da marca:
Portanto, se Corega não tem sabor, que tal alterarem isso mesmo mas de forma agradável?
Imagino produtos com sabor a dobrada, a iscas, a cozido à portuguesa... Já estou a imaginar nas prateleiras: Corega Chispe.
Porque não acompanhar o mercado dos iogurtes e fazer Corega com pedaços de feijão?



Não é a este spot que me refiro mas achei que esta versão pirata era merecedora e digna de divulgação.

2009-05-20

Duelo Final

Algumas considerações acerca do que acabo de ver:

Ao badocha que estava com expressão de gozão e que tinha a total confiança de que o Eng. Guterres não tinha tirado o curso de electrotecnia, tenho a dizer que me deu um gozo do caraças beber as imagens que o ilustravam com a maior cara de boi, após ter sido eliminado.

Ao gajo que, como muitos outros tugas, acha que é um acto heróico pôr em risco 2000 € e avançar com a expressão facial de um sofredor e destemido guerreiro, tenho a dizer que lamento imenso que não tenhas perdido tudo logo a seguir.

Fosse eu a legislar e todos os falsos heróis ou simuladores de actos assim conotados seriam obrigados a doar de imediato a pele para fazer guarda-chuvas.

2009-05-17

Globos de Ouro I

Só vi 35 minutos e já tenho montes de coisas bonitas a apontar:
  • Tenho tanto apreço pena Eunice Muñoz como por um pano da louça (e olhem que não nutro grande carinho por aquele pedaço de pano amarelo).
  • É muito agradável ver tanta gente a atirar pás de terra para cima do António Feio (nota: ele ainda não morreu).
  • Qualquer cagalhão com cancro merece uma ovação (e não estou a dizer que o senhor o é).
  • A vencedora do globo para melhor actriz, no final do discurso, faz questão de salientar que é preciso subsidiar o cinema. Somos merda e como tal não somos capazes de ser auto-suficientes (foi o que ela quis dizer sem saber). Fosse eu da organização e batia-lhe com o globo até ele ficar de prata.
  • A vencedora para melhor manequim feminino é feia como um morcego.
  • Gosto de ver a inveja espelhada no rosto de quem parece ser bom perdedor.
  • As mamas da Leonor Seixas podem albergar com facilidade uma pequena vila.
  • Catarina Wallenstein é a coisa mais fria que alguma vez tive o prazer de observar (eu não estou, obviamente, incluído).
Adenda: Carlos Cruz já não é pedófilo! Foi entrevistado à saída e não havia uma junta de apedrejamento à espera!

Metafóricamente falando...

... e a na sequência do último post, tenho a declarar que já passou um razoável espaço temporal desde a última vez que estive com caganeira.

Infelizmente isto não é metafórico no que devia ser.

2009-05-14

Borboletas no estômago


Esta é a forma bonita e romântica de definir uma expressão física de um sentimento nobre.

Porque é que ninguém é mais explicito e usa menos floreados? Porque é que ninguém exclama um "gosto tanto dele que estou de caganeira desde que me beijou". Isto sim era a verdade dos factos.

Há que respeitar uma paixão tão arrebatadora que torna as fezes liquidas.

2009-05-13

Vai, vai espelho de água?

Para todos os que chegaram só agora a este blog e pelo facto de estarem à procura de Cláudia Vieira nua, deixem-me que estabeleça dois pontos prévios:
  • Eu odeio a TVI de uma forma que não está prevista na bíblia
  • A Cláudia Vieira não aparece nua neste blog
Desde os tempos da novela "Jardins Proibidos" que não tolero Paulo Gonzo.
Nas últimas semanas tenho sido forçado a levar com a canção "Espelho de Água", seja na televisão ou na rádio. A lavagem cerebral foi tal e tão semelhante às do tempos de antena partidários, que volta e meia começo a cantar o refrão.

Que refrão mais otário. "Vai, espelho de água, trata e guarda, o que é nosso afinal,".
Estará este tipo a dar ordens a um conceito estético? Será que se ele atirar um pau é espectável que o espelho de água o traga de volta com o afluente a abanar? Estará ele numa de inspector gadjet?

Ontem, estava eu a engolir a décima lâmina de barbear, enquanto ouvia mais uma vez o anuncio da EDP, quando veio até mim a luz. Sabem quem é de há uns tempos a esta parte a directora de marketing e comunicação da EDP? Eu dou-vos uma pista visual:


Adivinharam? Ora Ana Sofia Vinhas, ex-pivot da TVI, spot publicitário a cheirar a novela, concerto debaixo de água no canal do Demo...

Eu sabia que o meu detector de foleirice não me deixava ficar mal.



Adenda - Saído da natação, em pleno balneário e tomando o habitual duche, soa de repente o mesmo anuncio nas colunas.
Se vestido não gosto de o ouvir...
Sinto-me tão suja.

2009-05-05

Linhas Orientadoras

Segue-se um exemplo das linhas ideológicas orientadoras que adopto no dia-a-dia:

- Os macacos enrijecem quando submetidos a longas exposições de ar-condicionado.

2009-05-04

Agora sim, integrados.

Finalmente temos gripe mexicana em portugal!
YES!
Só nos falta o TGV para podermos espalhar isto o mais rapidamente possível.

Eu sabia que tínhamos uma missão neste mundo. Go tuga, go tuga!

2009-05-01

Definição de Aflição

O meu cão apresentou-se hoje de manhã com comportamentos estranhos:
  • Andava curvado
  • Apareceu em locais que não costuma frequentar
  • Tentou passar por um local estreito e que não é compatível com o seu tamanho
  • Transpareceu uma expressão de pânico
Nessa altura davam-se valentes rebentamentos de foguetes por causa das comemorações do 1º de Maio. Pensei que o gajo estava apenas numa sessão da mariquice e que só queria a minha companhia.
Chega ao pé de mim mas pouco me liga. Dá várias voltas ao carro, como se estivesse automatizado.
Poucos segundos depois, sem pré-aviso, caga-se abundantemente.

Análise dos factos:
O animal é tímido e gosta de fazer as suas necessidades sólidas em total privacidade. Ele não se borrou de medo, andava era à procura de um sitio onde pudesse fazê-lo sem ouvir os foguetes, entidade que ele desconhece e que seria um potencial e incomodo observador.
Falhou nas suas pretensões, o pavio chegou ao fim e a bomba rebentou.

Isto é uma bonita metáfora para o dia de hoje.
O 1º de Maio é isto: muita gente a rasca para cagar em qualquer coisa que apareça à frente.