2009-12-05

O fim da humanidade

Já abordei levemente este tema mas retorno ao mesmo porque acho que há alguma urgência nesta matéria, não porque haja qualquer solução possível mas porque é sempre bom reflectir acerca das catástrofes que não podemos evitar.
O homem procura sexo. Está acessível hoje em dia. O homem está satisfeito.
O homem procura sexo oral. Já é algo praticamente garantido. O homem está satisfeito.
O homem procura sexo anal (não no sentido receptivo). É actividade em franca expansão e quase a sair do tabu. O homem está satisfeito.
A curtíssimo espaço de tempo não haverá mais nada na Terra que mantenha o homem estimulado. Não vislumbro o que mais possa ser feito entre seres humanos que seja anatomicamente possível (assumindo que estão os dois vivos).
O homem perderá o interesse pela mulher, os bebés deixarão de nascer e os proctologistas facturarão pra burro (mas não deixarão descendência na mesma).
Preciso mesmo de dormir (e de castração mecânica, com uma, pedra por favor).

8 comentários:

  1. Sim. A raça humana está condenada. =|
    É pena... até fazíamos coisas giras.


    *

    ResponderEliminar
  2. Desde que não se vire tudo para o mesmo sexo e nisto abordo a homossexualidade,por mim,podem vir as melhores soluções.

    ResponderEliminar
  3. Embora fique uma sensação de desconforto, tipo de trabalho inacabado, por não ter enfiado a pila em todos os buracos de todas as mulheres...

    Sim. A tortura genital é o passo seguinte.

    ResponderEliminar
  4. Lá estás tu armado em optimista... tchazúz!!

    ResponderEliminar
  5. Ginger, aproveita enquanto é possível.

    Alexandra, por momentos fiquei feliz com a ideia. Segundos mais tarde lembrei-me que se a Júlia Pinheiro me viesse gritar para o instrumento, não sobraria testículo por rebentar.

    Shadow, pega já num martelo e "masturba-te".

    Me, não posso fazer nada. Está-me no sangue.

    ResponderEliminar
  6. Esqueci-me de fazer a lista dos prós e dos contras.

    ResponderEliminar
  7. Existem sempre mais orificios a explorar! Do corpo humano digo! Não garanto que seja agradáve para nenhuma das partes, mas sempre é um desafio!

    ResponderEliminar
  8. Alexandra, estamos à espera.

    Marshmallow, "(assumindo que estão os dois vivos)". Acho que estás a ignorar esta parte.

    ResponderEliminar