2009-08-01

Os perseguidos

Pela indignação com que disse "Basta de tratar mal os clubes de futebol e os seus dirigentes" (que são claramente as "empresas" e "empresários" mais perseguidos e com menos benesses de todo o país) e também pela forma encantadora como pronuncia "prestações", acho que é justo que Hermínio Loureiro, presidente da liga portuguesa de clubes de futebol profissional, não saia deste mundo sem uma recordação especial.

Sugiro que lhe seja removido o esfíncter de forma cirúrgica. O controlo fecal é um privilégio que só deve estar ao alcance de quem não cede à tentação de verbalizar ideias de merda com o objectivo de conseguir aceitação da parte dos membros da sua "congregação".

1 comentário:

  1. Não digas mal de pessoas tão respeitadas e acima de qualquer suspeita, como o Vale e Azevedo, Pinto da Costa, Valentim Loureiro e já me doem os dedos. Seu mal dizente!

    ResponderEliminar