2009-07-09

Querido Deus:

Gostaria de pedir que, por favor, não me deixasses morrer sem que antes tenha a oportunidade de ver um eléctrico, daqueles cheio de turistas, descarrilar.
Não é obrigatória a existencia de mortos ou feridos, mas era bom que caísse para o lado em que viajam os penduras externos.
Agora podes voltar para a barraquinha. Brinca com os fieis mas tem cuidado. Sei que não fazes de propósito mas esses dentes aleijam.
P.S. - Pára de me mijar nos pneus.

6 comentários:

  1. Falta o Amén na despedida,olha que assim a carta não passa no São Pedro.

    ResponderEliminar
  2. O gajo não existe, pá. Faz esses pedidos antes ao Pinto da Costa, ele é que manda nesta merda toda.

    ResponderEliminar
  3. Alexandra, ele que se ponha com coisas a ver o que lhe acontece aos dentinhos.

    R., ok, ok, ok.

    Peter, deixa-me lá no meu mundo de ficção! Importas-te?

    ResponderEliminar
  4. Piston...

    Estou com o mesmo problema com os pneus.
    Um dia destes vou ter de me chatear a sério!

    ResponderEliminar
  5. Ele sempre gostou muito de mijar em propriedade alheia.

    ResponderEliminar