2009-04-29

A felicidade matou a blogosfera

Não matou mas vai matando.
A felicidade está a devassar muitos blogs que consumia e que agora ou tem pouca produção ou têm-na de qualidade bem diferente.

Um escritor infeliz é sempre preferível ao inverso. É mais criativo, tem mais raiva e irritação para emprestar aos seus posts e, quiçá, tem o potencial de entrar no emprego de metralhadora e de dizimar metade da mão de obra. Sonho com o dia em que vou chegar ao Google Reader e vou ter por lá um massacre anunciado.

Ao longo dos últimos meses faleceram uns cinco autores que seguia. Agora que vêem o mundo cor-de-rosa, tornaram-se aborrecidos.

Imploro-vos, não se deixem prender nas teias do Amor e do bem estar, lutem com todas as forças. É essencial que mantenham essa amargura que tanto aprecio. Se tiverem mesmo que se envolver com alguém, façam os possíveis para que ele(a) tenha uma doença terminal.

Para bem da blogosfera, por favor, mantenham-se infelizes.

Esta é uma recomendação da associação de tipos que fazem golpes na gaita com uma faca ferrugenta.

9 comentários:

  1. Também metes dentro dessa infelicidade todos aqueles blogs com estilo suicida muito próprio dos "emo" amantes de Tokio Hotel?

    ResponderEliminar
  2. genial :)

    concordo

    há uma menina da blogosfera muito Doce que quando está apaixonada perde a piada toda.

    O mundo está cheio de grandes escritores bebêdos e infelizes.

    ResponderEliminar
  3. eu sonho com o dia em que faço o seguinte post:

    "preparem-se porque agora o ritmo vai abrandar bué, agora que encontrei o amor não vejo porque me distrair com um blog."

    ainda vai acontecer. tenho esperança de largar isto e a cerveja.

    ResponderEliminar
  4. Eu acho que o problema não é só na blogoesfera.

    O Cupido devia ser o Chuck Norris: quais setazinhas inofensivas, quando o Amor chegasse eram logo 2 ou 3 granadas e um pontapé nos tomates.

    ResponderEliminar
  5. Alexandra, esses blogs não são infelizes, são tristes.

    Intruso, essa raiva pipocal não lhe fica bem. Há alguma razão para não a nomear directamente e sem rodeios.
    Ela decresceu claramente a produção mas ainda assim não desapareceu totalmente. Há casos mais graves.

    Lady, andas aqui, portanto, só para engatar gajos. Falsa.

    Pedro, associar o amor a pontapés nos tomates revela uma sexualidade muito pouco saudável e com tendências para S&M.

    ResponderEliminar
  6. Se triste for sinónimo de estúpidos concordo.

    ResponderEliminar
  7. Naaa... são apenas experiências ao estilo dos "Caçadores de Mitos". É para ver se ela negra cresce mais um bocadinho... eheheh

    ResponderEliminar
  8. Prometo que vou continuar péssimista.
    Já me passou pela cabeça pegar no martelo mas....... tenho-me segurado!(para dar nos outros claro...) LOL

    www.asteoriasdequidamblogspot.com

    ResponderEliminar