2009-01-30

Desiludido? Eu já sei o que a casa gasta.

É um facto que já fiquei por muitas vezes surpreso com os estimados leitores pela forma como acolheram posts que, pensava no meu intimo, seriam motivo para apedrejamento.
É um facto que demonstraram interesse em torno de textos de que estava certo que seriam o aborrecimento do ano.
É um facto que não houve nenhum apelo que exigisse algum outro tipo de participação que fosse bem sucedido. Estes leitores não fazem um cu.

Dois exemplos de excelentes actividades propostas por mim que resultaram em zero participações:
  • "Envia uma fotografia da tua unha do dedo grande (pé)!"
  • "Casas de Banho de Portugal"
No primeiro caso pretendia fazer uma bonita base de dados com unhas pintadas, simples, encravadas, com bocados de meia, etc. Eu apresentei a minha unha com um Badaró pintado, vocês apresentaram NADA!

Deixei aqui alguns exemplos de casas de banho bem interessantes. Mostrei que no centro comercial do Chiado é possível mostrar a pila pela janela enquanto se faz uso do urinol e que na Culturgest há bidés colocados, ingenuamente, na casa de banho dos homens. Que mostraram vocês? NADA!

Passo a explicar a minha mais recente iniciativa, condenada ao fracasso, anunciada no post anterior:
Imaginem que são enviados especiais (o local é, obviamente, de onde estiverem a aceder à internet).
Imaginem que estão em directo para uma emissão de televisão.
Imaginem que vocês controlam a vossa equipa de imagem (webcam) e mostram o que quiserem. Podem mostrar a cara ou não. Podem disfarçar a voz ou não.
Imaginem que vos é pedido para comentar X ou Y (ainda não tenho isto bem definido).
Imaginem que não estão sozinhos, que há outros enviados especiais que também poderão contribuir.
Imaginem que eu sou o realizador e vou metendo em directo X ou Y.
Imaginem que eu queria experimentar uma coisa diferente e que a simples violação física já não me estimula.
Imaginem os líderes partidários vestidos como lindas princesinhas, de mão dada, a fazer uma roda no parlamento.

Deu para perceber a ideia? Imaginem o quão cool seria poder dizer "e agora temos a Carolina, em directo de Venda-da-Gaita, vai falar-nos um pouco de violência doméstica e de como o seu marido gosta de apanhar".

6 comentários:

  1. Já estou a chicotear-me...
    Não vi o apelo às fotos das unhas.
    Tenho pena, porque eu tenho uma unha encravada (ups, tive!!) cuja imagem daria muito jeito.
    De qualquer forma não tenho webcam e comento o seu blog no emprego às escondidas...
    Pelo que, qualquer tentativa de filagem me poderia levar ao despedimento por justa causa... bem de qq forma do modo como as coisas estão acho que já tenho um pé fora e outro dentro.

    Sucesso nos filmes é o que lhe desejo.

    ResponderEliminar
  2. seu piston... se for o senhor a financiar a webcam... ate se pensa duas vezes...mas a catraia e timida...

    ResponderEliminar
  3. Tivesse eu sabido de tamanha iniciativa e ja tinha enviado umas quantas fotografias da unha do dedo do pé grande (ahah) com verniz variado e de umas casas de banho coimbrinhas bem bonitas, especialmente as das tascas e diversos locais de diversão nocturna, diversão esta que começa bem cedo pla fresca das 18h em dias de jantarada, o que nos obrigda ao calcorrear dos mais dignos WC de Cóooimbra (como nos fados)

    ResponderEliminar
  4. Flávio, a ver vamos!

    CO, foto da unha, aguardo.

    Alexandra, o que você mais é é tímida.

    Teka, deixe de ser forreta. Isso custa uns 10€.

    Marta, unha, foto, já.

    ResponderEliminar