2008-07-30

CALA-TE!

Se querem um favor meu, mesmo que não me falem há 2 anos, peçam. Por favor não finjam que são os meus melhores amigos e que estão genuinamente interessados na minha vida.

Hoje recebi uma chamada de um otário que conheci através da irmã da ex-namorada dele. Este pote de fezes precisava de uma substituição no emprego e achou por bem telefonar-me.

- Então amigo, tudo bem?

Amigo a merda! Eu nunca fui teu amigo não é agora que vou começar a ser não tendo contacto contigo há 2 anos.

- Que fazes da vida - continua ele.

Tenho andado desesperado à espera da tua chamada para que pudesse dizer-te o que tenho feito, ou então, é possível que estes estejam a ser os 30 segundos de conversa mais insuportáveis dos últimos 3 meses.

Não há ninguém que espete um arpão no pescoço deste gajo e que o arraste pela A5 até que o chumbo nos dentes faça faísca?
Ele não é má pessoa, pelo contrário, é daqueles camelos muito fofinhos, que falam à bebé com as meninas e que merecem um aneurisma instantâneo.
Não suporto gente assim.

EU NÃO QUERO SABER DA TUA VIDA, TU QUERES UM FAVOR, PEDE E CALA-TE! NÃO TOLERO ESSA ENCENAÇÃO DE ATENÇÃO!

Esta gente boazinha e atenciosa dá-me cabo do juízo. Antes comer uma sandes de pregos a ter que receber chamadas destas.

2008-07-29

Não me esfregues aí, por favor.

Sempre evitei este tipo de post por ser extremamente vulgar mas hoje não me contive.



QUEM É A BESTA DE MERDA QUE ANDA A FAZER ESTA PESQUISA?

Não me choca minimamente a temática. Não que alguma vez pudesse ponderar que tal situação acontecesse comigo (merda, tenho que ir vomitar) mas o que é que este ser pretende obter desta pesquisa? Conforto? Compreensão? Uma esponja? Um tiro na nuca?

Como este blog é mal frequentado...

2008-07-28

Sinceridade

Há alguma coisa mais sincera que uma erecção?

Sendo involuntária esta é uma clara e genuina declaração: quero fazer amor contigo/(comer-te animalescamente) és atraente.

Não que tenha recebido algum comentário ou que alguma vez tenha pedido essa informação a uma moça mas, acho que a diferença entre o "nojento" e o "excitante" é apenas o interesse que a mesma tem pelo senhor com o mastro em sentido.

Se uma rapariga detecta a erecção de um gajo pelo qual não tem qualquer interesse, por muito certinho e correcto que ele seja, estou certo que será de imediato conotado de forma pouco amistosa. Se por outro lado, ela estiver interessada no animal, já sabe que ele funciona e pode até avaliar o tamanho (que interessa por muito que mintam e digam que não).

As mulheres não sabem a sorte que têm. É bastante trabalhoso resolver este problema logístico.
Não é dificil ocultar uma erecção, o complicado é movimentar o Manel-Jaquim para o modo furtivo sem que ela dê conta.

Os homens conseguiram convencer as mulheres que existe uma regra que faz parte do cavalheirismo básico: senhoras primeiro. Esta "regra" tem o único e exclusivo objectivo de nos proporcionar tempo para manobrar.
Geralmente as entradas e saídas do carro ou de uma divisão, são ocasiões de ouro. São excelentes para levar a mão ao bolso e tirá-lo da posição de stress. Desde que ele esteja preso no elástico da roupa interior ou agrafado aos abdominais, tudo irá correr bem. Ela não dará conta.

Deve um macho esconder uma erecção numa fase prematura de qualquer relacionamento (pergunto eu às senhoras)?
Não é suposto levar-se "a bem" este facto da vida que é o nós-não-controlamos-a-distribuição-do-nosso-sangue?
Já alguma vez "chumbaram" um potencial candidato a cambalhotas violentas porque aperceberam-se que ele possuia pouco mais que um amendoim infectado (como eu gosto desta expressão infantil)?

2008-07-26

A gaja anda aí e deseja-me!

A5, 18:30, 100 km/h, enquanto viajo na minha motinha:

  1. Oiço barulho estranho do meu lado esquerdo.
  2. Aparentemente parece um carro a fazer-me uma tangente enquanto me ultrapassa.
  3. Espera lá que ele agora vai na direcção oposta.
  4. Ai merda que ele vai despistar-se!
  5. Ai porra que ele já está em pião e vem para cima de mim!
  6. %&/&(%&=/&%$&#$&$% que estou "#%$"&/$%($%&$&%#/! $"%#$%/$%/#$&$#&/ ma %$&#%/$%/#$&#&$%/!
  7. Deixa-me acelerar rápido antes que ele capote para cima de mim!

Não é que o gajo faz um pião àquela velocidade, não capota e não toca em nada?

As minhas perninhas tremeram durante mais 5 km...


A gaja anda aí!

2008-07-24

"Bodega Aleatória"

Vi no Portugueses ao Volante e decidi: tinha que ter.

Como os dias deste blog já foram melhores, vá de carregar, aqui à esquerda no "Bodega Aleatória".

Certamente vão aceder a lixo com algumas camadas de pó mas que, ainda assim, cheira melhor que o actual.

Parto Natural

Por uma questão de prática oral creio que, mesmo que venha a ser possível que o homem dê à luz, não haveria mulher que o defendesse.

Caso se verifique que esta minha teoria é falsa, o decote vai deixar de ser a melhor forma de competir pela atenção do macho. Passará a ser possível verificar várias exibições ao melhor estilo da anaconda por esse mundo fora...

2008-07-21

Hoje apetecia-me...

... ter uma criança para pontapear à minha vontade.

Depois de pensar um pouco caio em mim:
-Isto não está certo! Esmurrar é que é a melhor forma de libertar o stress.

2008-07-18

Sou uma menina

Hoje disseram-me que sou, a nível sentimental, uma mulher.

Acenei que sim enquanto acabava de trinchar um gatinho.

2008-07-08

Cúmulo da Ironia

Factos:

  • Escrevi recentemente um post intitulado "Declaração post mortem".
  • Escrevi recentemente um post onde expressava que são muito poucos os "justos", os que têm coragem para fazer o que está certo mesmo que isso vá contra os seus interesses.
Hoje, conduzindo a minha motinha, ao parar num sinal vermelho (até porque já tinha "queimado" o anterior), sou ligeiramente abalroado.
O senhor da Carris que estava ao meu lado, cagou no semáforo e avançou com vermelho.
Eu fiquei quietinho a tentar perceber se era eu que estava a ver mal.
O senhor que conduzia atrás de mim e que quase se esquecia de não me passar a ferro, conduzia uma ambulância.

Esta é a verdadeira definição de ironia.

2008-07-07

Questão

É possível ter o mínimo de respeito por um homem que use um anel no polegar?

2008-07-05

2008-07-04

Declaração post mortem



Aos 16 anos, no Verão, convenci-me que não ia sobreviver até à estação seguinte.
Estava a trabalhar mais ou menos longe de casa e tinha acabado de tirar a carta de mota. Na minha primeira viagem de duas rodas para o trabalho, condutor maçarico que era, deparo-me com as piores condições climatéricas para se conduzir: chuva e vento fortes.
Como se isto não fosse suficientemente mau, tinha que atravessar a ponte 25 de Abril.
Sabem o que acontece a um maçarico que anda devagarinho na ponte 25 de Abril? Tem que andar encostadinho à faixa da direita.
Sabem o que acontece ao condutor de um veiculo de duas rodas que está a levar com umas rabanadas de vento valentes, tem que lidar com o piso molhado e ainda se tem de manter entre um rail e uma faixa de metal que é escorregadia como tudo? O condutor fica cagado de medo e depois de conseguir passar a ponte pensa "não há hipótese nenhuma de eu aguentar um verão inteiro a andar de mota sem cometer um erro que faça com que me estripe todo".

Desde esse dia já passaram 8 anos. Estou consciente de que a qualquer momento um camião pode fazer de mim papa, mas não tenho pensado no caso.

Um post recente de uma vizinha blogosférica, veio fazer com que reflectisse por alguns dias acerca da morte:
Quais são as coisas que gostaria de fazer antes que a minha morte ou a morte de outra pessoa as possam tornar impossíveis (sem contar com violações)?

Defecar do alto de uma árvore é sem duvida uma das coisas que não quero deixar de fazer. Usar um gato morto como capacete, é outra das actividades obrigatórias.

E o blog? Como fica o blog se um gajo estica o pernil? Há que dar uma satisfação aos clientes!

Vou hoje começar a fazer a minha declaração de morte e vou deixá-la agendada para o dia que faço anos.
Eu não confio muito nas tecnologias, estou sempre à espera que me entalem. Nesse post vou deixar informações particularmente sensíveis e algumas fotografias. Se o serviço de agendamento do Google me prega alguma rasteira...

Todos os aninhos vou actualizar a declaração e atrasá-la mais um ano.

Tenho quase a certeza que me vou arrepender por fazer isto...

2008-07-03

Hã?



Não compreendo porque é que a RTP não convida gente de nível tão elevado!


Claro que não é pela maneira como se veste nem como canta. Toda a gente sabe que os artistas são convidados para irem a programas porque sabem fazer um excelente pão-de-ló.