2008-09-06

Viva ao Touro? Viva!


Gosto desta fotografia. Não a acham minimamente curiosa?

Estive recentemente na praça de touros de Vila Franca de Xira, num concerto. Quando avistei o cemitério desejei de imediato que aquele fosse o resultado de muitas touradas em que o toureiro saiu derrotado.

Sim, também não gosto de touradas e só gosto de forcados quando devidamente empalados. Se fossem assim tão bravos, não esperavam que o touro estivesse um bocadinho para o ensaguentado.

Gostaria de terminar este post dando um abraço aos habitantes da aldeia da Luz, local onde continua a haver tourada de morte sem que a comunicação social faça ondas.


10 comentários:

  1. estava a pensar cá pra mim: gosto de ti porque és curto e directo.

    e a propósito, a coça não se perdeu ;)

    **

    ResponderEliminar
  2. aplaudo de pé este post! palminhas palminhas!

    ResponderEliminar
  3. Inútil, cantou bem mas não ficou mais atraente por isso.

    Mary, encantado. Fico feliz por saber que o gajo apanhou na boca.

    R.B.M., sente-se jovem, sente-se.

    ResponderEliminar
  4. Ora aqui tem mais um voto para o touro. Os "valentes" forcados merecem umas coçazitas.

    ResponderEliminar
  5. agradavelmente chocante a imagem do senhor com as bandarilhas espetadas e ilustra bem o erro em que caiem todas as ideias anti-touradas: colocar o homem e o animal no mesmo plano. a antropomorfização (desculpem o palavrão) dos animais é um erro e não dignifica nem uns nem outros.

    ResponderEliminar
  6. Carlos, o touro agradece.

    Mr. Steed, porque carga de água é que hão-de estar em patamares diferentes neste campo? As touradas não são uma questão de sobrevivência.
    Não sou vegetariano. Como animais e se a minha vida dependesse disso, eu próprio trataria de os matar, mas reduziria isso ao essencial.
    Alguma vez se viu na vida selvagem um leão a matar lentamente uma presa? Ele quer matar, não quer divertir-se às custas da gazela.
    Matar para papar, sim. Para divertimento, não.

    ResponderEliminar
  7. quem trata animais como pessoas acaba a tratar pessoas como animais

    ResponderEliminar
  8. Acaba? Qual quê! Isso já o faço à muito tempo.

    ResponderEliminar