2008-08-07

Recuperar o poder (que nunca foi nosso)!

Desde o inicio dos tempos que o homem domina o mundo.
Desde o inicio dos tempos que a mulher domina o homem.

Indirectamente, sempre foram elas a mandar nisto tudo por via do nosso pénis. Agora que elas o estão a começar a fazer directamente, sem precisarem de nós como intermediário, o que fazer? Não sei se estão a perceber bem a gravidade do caso...

Nós estamos à beira de nos tornarmos completamente desnecessários!

Em poucos anos poderemos estar numa estrutura semelhante à Matrix cinematográfica, em que somos mantidos vivos apenas para a extracção de esperma.

Homens deste planeta, está na hora de enfrentar a situação e eu tenho um plano. Só há uma forma de evitar a catástrofe.
Sexo! É certo que os vibradores fazem muito mas não podem certamente insultá-las durante o acto ou trocar-lhes o nome pelo de uma amante.
É no sexo que está a solução para este problema. Não, não resulta continuar a agir da mesma forma, a ceder às carnalidades, como é suposto num macho, por dá cá aquela palha. Temos que o negar!

Se há coisa que as mulheres têm como dado adquirido é que os homens, perante uma situação de sexo gratuito e sem responsabilizações, não hesitam: siga para o chavascal!

Imaginem só o que é uma Soraia Chaves (que nem é bom exemplo porque tem cara de cavalo) a oferecer caldeirada e vocês a negarem... Claro que há logo mais 30.000 que a querem e que fazem tudo e mais alguma coisa, mas vos garanto, ela só vos vai querer a vocês, porque a rejeitaram.

A solução é a castidade. Compreendo que não vos agrade, mas temos que fazer qualquer coisa!
Elas já conduzem bêbadas, dão peidos, escarram e também já matam os filhos. Onde está a nossa individualidade?

Note-se que esta medida desesperada não é no sentido de nos superiorizarmos às mulheres, nada disso, pretendo apenas promover a igualdade entre sexos.

Machos de Portugal, juntem-se a mim! Digam não ao sexo (só a primeira vez)!

15 comentários:

  1. Sinto muito Piston. Esse teu apelo nunca vai resultar... Os homens são uns fracos em relação a esse assunto, mas acho que não têm assim tanto com que se preocupar. Há vibradores, sim, são bosn, sim, mas não são substitutos!

    ResponderEliminar
  2. hahah o Piston é esquisito com as fêmeas, até a Soraia Chaves tem cara de cavalo para o seu gosto refinado!

    ResponderEliminar
  3. A tua sorte é que o mau é a falta de mimos, de carinho, não a falta de sexo.

    ResponderEliminar
  4. Há gajos que já recusam sexo gratuito há anos, preferindo pagar pela questão a serem acusados de facilitismo...

    ResponderEliminar
  5. Apoio a greve ao sexo, por parte dos homens, tal como na Antiguidade um grupo de mulheres já o fez. Todas devíamos apoiar porque passado algum tempo, atirar-nos-íamos ao ataque, sabemos bem como, veriam como iria ser bom, tão bom, que seria de "comer e chorar por mais"

    ResponderEliminar
  6. Meu deus o teu "cio" desenfreado já passou para o blog...
    Mulheres de Portugal cuidado que o peganhento do Pisto anda de pénis em punho à procura de vitimas!

    ResponderEliminar
  7. Se anda! Se anda! Até tenho medo pelo leiteiro

    ResponderEliminar
  8. Rectifico temo pela vida do leiteiro. A fome é tanta!

    ResponderEliminar
  9. No fim, dizes para recusar só a primeira vez. Ou seja, isto é válido:
    Gaga boa - Olha, bora mandar uma?
    Gajo - Não.
    Gaja boa, enquanto se despe - O que é q disseste?
    Gajo - No meu carro ou na tua casa?

    ResponderEliminar
  10. Kitty, olhe que resulta...

    R.B.M., a Soraia Chaves tem umas boas costeletas mas a cara... Não é excelente.

    Poisoned, você anda um pouco arredada do campo... As mulheres andam à caça de sexo pelo sexo. Não serão todas mas são cada vez mais.

    Mak, e assim podem apresentar reclamação quando o serviço não for bem feito.

    Maria, hummmm...

    Maria Strüder, vai tomar um banho de água fria.

    Nuno T, não. Assim é muito fácil.

    frente_de_libertação_do_bigode, se calhar não estou muito aberto a publicidade descarada. Se calhar é melhor não voltar a passar por cá...

    ResponderEliminar
  11. Maria, o meu estômago não é assim tão forte.

    ResponderEliminar