2008-05-26

Emigrantes

O Euro 2008 vai fazer mais por Portugal que aquilo que fez o Euro 2004.

Qual é o segundo pior sitio para se estar no mundo (logo a seguir a Portugal) durante esta competição? Neuchatel, Suiça.

É mais que óbvio que esta prova vai fixar, ainda que temporariamente, boa parte da nossa massa emigrante naquele país.
Todos sabemos que cada segundo que se consiga manter um emigrante fora de Portugal, é um segundo ganho. Isto estende-se, de resto, a todos os portugueses (este país sem tugas era um paraíso).

Porquê este meu simpático comentário? Porque adoro aturar os novos ricos que vêm exibir nas férias o seu BMW e telemóvel topo de gama com 300 megapichas. Também gosto de os ouvir falar outros idiomas como quem diz:
- Eu sou estrangeiro e vais tratar-me como um rei!

Ao que eu rapidamente respondo:
- Tens um grande orgulho em ser português mas agora vens para aqui armado em galo importado. Vou tratar-te como um balde de merda num BMW, que é mais ou menos aquilo que és, e ainda vou fazer uma cabidela com sotaque.


Sim, sou uma bestinha (venham daí esses comentários ofensivos ao som de Quim Barreiros).

18 comentários:

  1. Tem Bm's e filhos como a petite Louise Silva ou o jovem Jean Almeida.

    AR

    www.antonioraminhos.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. E a pequena Louise vem andar de cavalo a portugal.

    Cavalo=filho de um nativo de murganhaz de cima.

    ResponderEliminar
  3. Naaaaaaa não esperes comentários ofensivos muito menos ao som do Quim ( que eu não suporto)! Tens toda a razão naquilo que dizes, é bem pior quando vêm os emigrantes dos States com a mania que Portugal é "boring" e que nos states tudo é muito melhor! Eu que já lá fui só encontrei 1 cosita melhor: New York ! E "mai" nada! Ó piston tu bem lá no fundo és um querido... não tens nada de bestinha :)

    ResponderEliminar
  4. Não resisto; e aqui vai...
    Estou a passar pela Suíça, imagine, em trabalho; hei-de assistir á presença da selecção, sim, por estas bandas.

    Mas, só vim mesmo porque, no outro post, em que admiti não mais aqui deixar um comentário com laivos elogiosos, me arrependi de aqui deixar só uma questão: por que razão alguns homens não gostam de assumir a parte boa que cada ser humano tem? (pensemos em conjunto: homem é ser humano; todo o ser humano tem uma parte boa; logo... homem tem uma parte boa).

    Eu, de novo

    ResponderEliminar
  5. voltei voltei, voltei de lá...
    há lá cisa mais irritante q emigra?! a sério é vê-los na sua meia branca de raquete com matrículas amarelas exibindo os seus maquinhoes de camisa aberta até ao ultimo pelo do peito, imediatamente antes da curva da barriga. nojo emigras saa nojo!

    ResponderEliminar
  6. ahh a pat tem razao, o "boring" é demais! ah e chicago também é bem melhor!

    ResponderEliminar
  7. Pssst ó Marie, traz lá aí uma biérre pó petite, senão ê parto-te la furnitura toda!

    ResponderEliminar
  8. Já para não falar na interessante concepção arquitectónica que trazem de volta para o seu país de origem, as casas tipo "maison". Porque se há coisa que faz falta no Alentejo, são casas com telhados preparados para escoar neve.

    ResponderEliminar
  9. Ora bolas pá... Só eu sou emigra sem o BM... Sempre a fama sem o proveito... Vida triste... É o fado tuga... :)

    ResponderEliminar
  10. E gosto também quando estás na praia e lá estão eles vestidinhos à imigra, que não enganam ninguém, mas a falarem todos em francês...

    ResponderEliminar
  11. Saloios em estado puro. E os filhos dos emigrantes ainda são piores, porque já acham que não são portugueses, acham Portugal uma parvoeira atrasada enquanto eles é que usam madeixas loiras e argolas douradas e ainda as já mencionadas meias branca.

    ResponderEliminar
  12. António, filhos que cada vez que vão renovar o B.I. pensam em suicidar-se.

    Pat, tens razão. Vou só galopar um bocadinho e já volto.

    Maria, poupa-nos.

    Miss, não é a Pat, eu é que tenho razão. Tu vens cá é para concordar comigo!

    Teka, não perdes nada. Fica assim que estás bem.

    Kitty, é aviar-lhes com uma bastonada na tromba para eles recuperarem a memória.

    R.B.M., isso não são filhos de emigras, são chungas em estado puro.

    ResponderEliminar
  13. Mas qual é o problema de a Miss concordar comigo! ;) Ai ai ai!

    ResponderEliminar
  14. Eu odeio de morte estas merdas do Euro e do Mundial lá vem o povinho português com o falso nacionalismo... passado 1semana já estão a dizer que Portugal é merda
    Era mete-los a todos numa piscina cheia de ácido (com especial tortura para o Cristiano Ronaldo e o brazuca)

    ResponderEliminar
  15. Sou filha de um "emigra" e sei qual é o meu lugar.
    Acho que o vosso preconceito é ridículo.É muito baixo fazer de alguns exemplos uma generalidade. Uma coisa é certa, quando se vive no estrangeiro é que se vê a miséria que é o nosso país. Em Portugal só temos "tesos" armados em ricos e muito pobres de espirito. E os ricos que se encontra são uns unhas de fome armados em milionários que pagam tudo a crédito.
    Tenho pena de ser portuguesa e gostava muito de voltar a ser "emigra", para ter a possibilidade de realizar sonhos que com recibos verdes não posso concretizar.
    País e cidadãos de merda.

    ResponderEliminar
  16. Pat, a Miss não me pediu autorização para que tal acontecesse.

    Maria, até que concordo. O Tininho e o Deco é que não tem culpa do resto da parolada.

    Estimada Sandra,

    País e cidadãos de merda, concordo.
    Não confunda o lixo que brota destes meus dedos com a realidade. Este blog tem alucinações e é parvo.
    Aparte disto, neste caso a verdade até que se assemelha à alucinação. É elevado o número de emigrantes parolos. Não digo que não trabalham e que não têm uma vida dura, isso não invalida que não sejam parolos por julgar que os bens materiais podem fazer de uma pessoa um ser admirável. É claro que é bom que reconheçam que temos ou tivemos sucesso profissional, mas isso é bem diferente de enterrar à força esse "reconhecimento" nos olhos das pessoas. Também há a versão tenho-muito-orgulho-em-ser-português
    mas-deixa-me-lá-falar-francês-porque
    assim-pareço-importante.

    Concordo também que os recibos verdes são incómodos porque tingem e arranham o rabo. Mais uma vez isso não invalida o elevado rácio de emigrante parolo.

    Atenciosamente,
    A Besta

    ResponderEliminar
  17. o RBM
    acham Portugal uma parvoeira atrasada - e verdade!
    RF

    ResponderEliminar
  18. Agora vejo que me escapou responder um anónimo de à muito tempo.
    Teoria errada. Embora todo o homem possa ter uma parte boa, essa parte pode não ser na proporção suficiente que valha a pena desperdiçar alimentos com o mesmo.

    Anónimo 2, RBM é uma moça.

    ResponderEliminar