2008-05-31

Faz hoje um ano....

... que quebrei um dogma.

Mostrei-me e revelei pela primeira vez, presencialmente, a minha identidade a leitores desta espelunca. Não que isso seja algo de fantástico para os outros, mas para mim foi.
Das quatro pessoas que conheci nessa altura (número que não foi entretanto dilatado), 100% delas estão neste momento trancadas numa jaula que aqui tenho ao meu lado. 50% das mesmas acabaram de me cuspir para cima enquanto gritam "és um macho irresistível".

Desde que iniciei este blog que vivo uma agradável vida de "agente duplo". Tento separar escrupulosamente aquilo que digo no mundo físico e aquilo que digo no mundo cibernético para evitar que me identifiquem. Não que seja duas pessoas diferentes, muito pelo contrário. Sou uma cavalgadura em ambos os meios, só que aqui tenho a liberdade de me expressar independentemente de ter leitores ou não.

Tenho consciência de que provavelmente e apesar dos meus esforços, há quem me conheça antes de ter criado o blog, que o anda a ler e que sabe que sou eu que o escrevo. Já me chateei mais com essa possibilidade. Neste momento estou-me mais ou menos a cagar para o caso.

O que me impede de dizer livremente tenho o blog X? Simples.
Eu tenho um problema grave: eu vejo programas de gaja pra caraças! Até já me perguntaram à conta disso se sou gay. Não, lamentamos mas não sou. Gosto de ver programas tipicamente femininos porque não só são autênticos manuais de estudo como são, muitas vezes, divertidamente hipócritas e ridículos.

Todos conhecemos aquelas balelas que as mulheres que não se sentem bem com o seu corpo apregoam: "os homens só querem ossos", " a sociedade pressiona-nos, devemos ser magras", etc.
É certo que a maior parte dos homens não gosta de gordas, mas acho que a "escalada" feita para chegarmos a este estado, foi feita maioritariamente pelas mulheres. Trata-se de uma competição biológica. Por muito que se diga o contrário, "it's all about sex". Ainda somos controlados pelo apelo biológico da procriação. Nada a fazer.
Não me interpretem mal. Não sou 8 nem 80. Acho que as top-models são, a maior parte das vezes, montes de ossos sem qualquer capacidade atractiva. Não esperem no entanto que os "cargueiros" me chamem muito a atenção. "Ai as mais cheiinhas têm carne para agarrar" (e banhas onde se pode esconder um Smart sem qualquer dificuldade).

O que me irrita sinceramente é que se chute as culpas e pressões para outras pessoas (homens, tinha mesmo que ser para nós).

Reparem só no que esta mula vem dizer para o seu programa.
Ela foi apresentar a primeira parte de fato de banho porque surgiu na imprensa uma foto dela, pouco simpática, que fomentou o comentário de que tinha engordado muito mais que a realidade.
Esta besta faz uma teatrada na televisão, culpando a pressão externa para o facto das mulheres quererem ser todas brutalmente magras.
Há alguém mais culpado desta merda toda que a indústria de que esta égua faz parte? Há alguém mais culpado que ela que, por causa de uma foto, abre um programa a dar relevância àquilo que não devia ter nenhuma?



Por favor metam-lhe uma maçã na boca e levem-na ao forno com urgência (não porque seja gorda mas porque é uma histérica de merda). Vão regando de vez em quando com molho para não deixar secar a carne.
Quando lhe abrirem o crânio, não procurem muito pelo cérebro sem usar binóculos.


(Que mais preciso fazer para ser apedrejado por fêmeas em fúria?)

26 comentários:

  1. meu deus que hipócrita, "vejam eu ali parecia gorda porque tava curvada, na verdade sou toda boa!". a lagrimazinha no fim é de dar vómitos, aliás como todo o programa dela.

    ResponderEliminar
  2. Sôr Piston, uma fluidez de discurso excelente (bem melhor que os jornalistas do Público). Sabe bem ler português razoável (no comments ao ceonteúdo) só duas faltas de acentos num texto de alguma extensão (tem/têm - salvo erro e não tenho dic para confirmar agora) e industria (v.)/indústria (sub.)). Só mesmo umas virgulazinhas para uma leitura mais agradável (embora saiba que pretenda fazer disto um exercício de agilidade mental e não uma leitura fácil tipo revista cor-de-rosa...) LOL

    ResponderEliminar
  3. R.B.M., você afinal também vê aquele merdum!

    Teka, como já disse noutras ocasiões, tenho problemas em gerir virgulas (tanto abuso como as poupo) e na acentuação.
    Os erros serão corrigidos.

    Então e o conteúdo?

    I&U, porquê?

    ResponderEliminar
  4. Ai se vejo!Infelizmente também tenho uma atracção por estes programas de gaja. o meu caso acaba por não ser tão preocupante como o teu porque efectivamente eu sou uma gaja, mas não deixa de ser vergonhoso.enfim ninguém é perfeito...

    ResponderEliminar
  5. Este teu post conseguiu irritar-me um bocadinho, não devido à Tyra até porque cada um faz o que quer e diz o que quer, se ela não gostou tinha mais era que o dizer... Mas em relação ao resto...
    Imagina que te interessavas por uma miúda, até com um rosto bonito, interessante, culta mas...com uns bons quilitos a mais... punhas de parte a hipótese de te envolveres com ela? Vá lá responde com sinceridade...OK?

    ResponderEliminar
  6. R.B.M, é falso! Steven Seagal é perfeito.

    Pat, talvez sim, talvez não.
    Pergunta-me agora se caso conhecesse um "avião" de mulher, que só tinha o problema de ser burra como uma porta, eu ponderaria um envolvimento. A resposta é NÃO.
    http://opistoneacabecadohomem.blogspot.com/2007/02/moas-ajumentadas.html

    ResponderEliminar
  7. "talvez sim , talvez não" hummmm pouco esclarecedor... não gostei :(

    ResponderEliminar
  8. São coisas que acontecem quando se colocam cenários hipotéticos que de concreto nada têm.

    Diz que sim.

    ResponderEliminar
  9. ok, eu sou mulher e acho que vocês homens até gostam das mulheres com formas,vá lá gorditas mas custa a admitir!!! Eu se fosse homem olhava muito mais para uma mulher bem feita, apesar de gordinha do que para uma escanzelada, "siliconada" ( penso que o termo existe não existe). É a merda do preconceito...

    ResponderEliminar
  10. Ok. Está tudo resolvido.
    Nunca mais nenhuma mulher do mundo vai querer ser magra...

    Não me parece.

    ResponderEliminar
  11. Tu quebraste esse dogma????

    Lá se foi o leite Vigor...

    ResponderEliminar
  12. Por acaso nao vi esse programa nem tenho som aqui mas basta olhar para perceber a decadência.

    Não gosto dela, nem do programa dela, nem do tom recriminatorio/paternaista que acompanha todos os episodios que vejo (sim eu vejo por isso posso opinar).

    Está gorda sim senhora. Aquilo já nao é corpo de top model. É boa sim mas ja nao se enquadra nos padroes de modelos actuais (tb nao sou a favor de anorecticas mas aquilo ja é muita carne)- e digo eu que ate sou gordinha mas nao ando em fato de banho na tv.

    Oh Tyra...nao havia necessidade....

    ResponderEliminar
  13. Alexandra, Alexandra...

    "a namorada", tenha ela o peso que tiver, é parva e fútil.

    ResponderEliminar
  14. Pois eu digo: Que riscas horríveis as do trajo balnear da moça! Ainda por cima uma mocinha que já se pavoneou por passarelas...

    E não lhe caem bem no tom de pele. Gordinha? Não vi o video, mas no pobre estado em encontro - leia-se lontra badocha - não posso criticar. No entanto, nem morta me metia em trajes menores na TV.

    Mas eu sou uma emigrante parola da província a estudar na, ainda a mais provinciana, Oxford.

    O meu objectivo é o BM do post anterior... Pensando bem... Talvez se abater as banhas seja mais fácil... pelo menos entrar dentro dele (BM) sem ninguém notar! :)

    ResponderEliminar
  15. Eu, como grande igonrante que sou, desconhecia quem era essa senhora até o programa dela começar a ser transmitido na Sic mulher!
    Bem o programa é dela e ela diz o que quizer, e os americanos adoram essas merdas, mas estar a dar aquela importância ao assunto é um bocado ridículo, e começar a chorar só mostra que ela queria ser magra, mas não é.
    Olha, Tyra, filha, aguenta-te que eu escanzelada é coisa que também não sou, pelo contrário,mas ao menos tu tens uma bela duma conta bancária...

    ResponderEliminar
  16. Teka, ai é você a leitora assídua do reino unido...

    Pat, proponha-se em casamento.

    Kitty, ao chorar ela mostra que é uma fiteira. Nada mais que isso.
    Note-se que esta besta tem um reality show em que várias moças concorrem para ser uma top-model...

    http://www.youtube.com/watch?v=IxcCvtlPPgs&NR=1
    http://youtube.com/watch?v=53sOpQQWOOA

    ResponderEliminar
  17. e ninguém reparou na diferença abismal (abissal?) do joelho para o tornozelo? medonho

    ResponderEliminar