2008-01-28

Cloverfield

Já alguma vez se depararam com uma daquelas mulheres de estética dúbia? Uma daquelas moças que, por muito que olhemos, não conseguimos perceber se são bonitas ou semelhantes a búfalos.
Ultimamente tenho-me deparado com alguns destes espécimes.

Como é que uma rapariga pode ser linda num dia e no seguinte pisar a linha do vómito (escusam de vir justificar a coisa com a ingestão de álcool porque essa hipótese nem se coloca)?

E os nomes? De que forma é que os nomes condicionam as pessoas em que nos vamos tornar? Conhecem alguma Kátia Vanessa que não tenha pinta de pêga? Uma Paula Andreia que não tenha um dente podre aqui e ali?
Já alguma vez pensaram se esta merda tem mesmo alguma coisa a ver com o tópico?

Ontem fui ver o filme "Cloverfield". Toda a gente anda a dizer maravilhas do filme mas, por sala, há sempre uns quantos grunhos e grunhas a achar que aquilo foi o maior desperdício de dinheiro das vidas deles.
Este filme é considerado um filme de terror. Quem acha que este género tem que ter obrigatoriamente litros de sangue derramado, que se desengane. Este filme foi feito para nos meter medo, daquele mesmo genuíno, bem superior ao que sentimos quando Manuela Moura Guedes começa a actuar nas galas da TVI.
Quem enjoa com facilidade por exemplo a ler num automóvel, vai querer seguir este meu conselho:
Este filme é feito para parecer amador, a câmara está constantemente a tremer. Para quem não sabe, quando os nossos olhitos vêem qualquer coisa a tremer e na verdade estamos parados, eles passam-se da marmita e querem que vomitemos...
ENJOEI QUE NEM UM CAVALO! Se enjoas com facilidade, toma um comprimido antes de ires ver o filme. Estive quase, quase a encharcar a fila da frente. Se querem ver o filme descansados, vão por mim.

O que é Cloverfield? Para mim Cloverfield é aquela Kátia que descobre que o namorado do tuning anda a comer "aquela vaca que anda sempre com as mamas de fora", aquela Albertina que discute ao milímetro quem é que chegou primeiro à fila da caixa do Lidl ou aquela pivot de informação que cada vez que boceja na via pública, engole duas carruagens da CP.

10 comentários:

  1. Por acaso não gosto de filmes de terror e desconfio sempre da qualidade da dentição de gajos que se chamem por exemplo Bruno Vanderlei e das capacidades intelectuais de homens que tenham "Maria" no nome... Que é que isto tem a ver com o filme? É que todas estas realidades me enjoam profundamente.

    ResponderEliminar
  2. Ah seu Sôr Piston, deixe as Cátias Vanessas em paz! Duas carruagens da CP - o que eu me ri! :-)

    Também fico enjoado com tudo o que treme. Enjoo com aqueles jogos de computador de "dá-tiro-neles". Enjoo com O Projecto Blair Witch. Enjoo com filmes pornográficos de câmara tremida. Enjoo com enjoo. Sou uma florzinha de estufa. E enjoo com isso.

    ResponderEliminar
  3. Ana, está classificado como sendo de terror mas para mim não o é. Prega potentes cagaços mas não recorre a truques à "Sexta-feira 13".
    Tens que arranjar um João Maria para te levar o pequeno-almoço à cama.

    Miss, você anda a poupar nas palavras...

    Jaime, nos jogos também me acontece isso, mas não com a facilidade com que me aconteceu no filme. Vai ver o filme na mesma mas toma um comprimido para o enjoo. De outra forma vais passar metade do tempo a controlar o vómito.
    Que és uma florzinha já todos sabíamos. Informação desnecessária.

    ResponderEliminar
  4. Maria, faça o favor de não insultar o maricas do Jaime.

    ResponderEliminar
  5. O pior filme que já vi na vida!
    É que no godzila ainda sabiamos a origem do monstro e afins, neste ficamos na mesma.
    E levei o filme todo a virar a cabeça de um lado po outro pa ver se conseguia centrar a imagem (que aquilo quando o gajo corria com a câmara era com cada solavanco que nem se percebia nada).
    A única parte interessante foi akela dentro do metro com aqueles bichinhos que guinchavam muito (tenho uma colega que se mexia toda na cadeira com medo dos bichos).
    Enfim... Foram 5€ para deitar fora...

    ResponderEliminar
  6. White, são gostos. Para mim o filme não tem que revelar tudo. O que conta neste caso é a experiência, não a resolução.

    ResponderEliminar
  7. Eu gostei bastante do filme e, surpreendendo-me a mim própria, não me enjoei nada com as imagens tremidas. Não fazia a mínima ideia de que este filme estava classificado como filme de terror. Fui a pensar que era um blockbuster com um monstro lá no meio. Não fiquei nada desiludida e recomendo vivamente :)
    Tenho impressão que esse mal das tonturas é dos homens, já o que me acompanhou e ainda outro sentiram-se mal durante o filme. Meninos...

    ResponderEliminar
  8. São problemas que envolvem o cálculo do balanço do contra-peso.

    ResponderEliminar