2007-04-28

Ainda o Sargento

Actualização - Agora em edição especial! Não perca o grande comentário que revela toda a verdade.

Em resposta à "Enfim" e em honras de post, cá vai mais um chorrilho de disparates.

Cara "Enfim" (ver comentários), venho desde já agradecer a sua critica. Estou sempre pronto a rever os meus pontos de vista quando supervisionado por um adulto.

Que me dizes agora de uma homem, que salvou uma criança de ser talves morta pelas injustiças da vida, de passar fome, vestiu bm, alimentou, deu-lhe carinho e afectos, fez de seu pai do 1º ao ultimo dia, inclusive deu a sua liberdade por ela???(pai adoptivo)

Agora pergunto continuas a desejar que ste pai seja pedofilo???

Antes de mais é necessário encarar este blog como uma caricatura feita por uma grande besta (eu).
Claro que não desejo que este Pai seja pedófilo.
Primeiro porque nem acho a Esmeralda nada atraente. Ainda se lhe tivesse tocado uma Dakota Fanning ou uma Abigail Breslin, aí é que era!
Segundo, irrita-me que se coloquem sempre as crianças à frente de tudo o resto (talvez fizesse o mesmo mas ainda assim irrita). Imaginemos que da ida dos otários que vão para os tribunais fazer "manifestações", resultava um linchamento e a morte do Pai biológico. Este era um caso em que a estupidez, o incumprimento das leis e o "coitadinha da criancinha" dava em merda e resultava na morte de uma pessoa.
Considero que este meu raciocínio está, na generalidade, uma grande cagada mas a mensagem que gostava de passar é que, tal como tu (embora acredite que não participas naquelas tristes manifestações), o povo passa por cima dos tribunais e julga pelo que é bonito e comovente.
Pelo que ouvi na televisão, o Pai biológico, assim que obteve os resultados do teste de ADN pediu a custódia da filha. Se esta informação estiver correcta a ausência de que falas está totalmente justificada.
Claro que concordo que o sargento até teve uma atitude bonita, contudo, estúpida e um pouco exibicionista. Bonita porque realmente está com as costeletas na cadeia à pala desta história, estúpida porque provavelmente ela vai parar às mãos do Pai na mesma, exibicionista para se servir do poder da comunicação social.

"Enfim", uma pessoa que se despede de um animal destes com beijinhos não merece o infortúnio de ler este blog.
Foge enquanto podes.

2007-04-24

Consegui!

Já há várias semanas que acordo a meio da noite, com suores frios, por ainda não ter conseguido capturar esta pérola.

Esta é uma foto do separador que surge em todos os intervalos do programa Fátima (programa ranhoso das manhãs da Sic).
Quem lê este blog há uns tempos, sabe que eu estou a torcer para que o sargento seja pedófilo.
Porquê? Porque era uma bonita forma de ver os "tugas", que apoiam o individuo que decidiu sobrepor-se à justiça, que vão para o tribunal chamar nomes ao Pai biológico, a comer merda.
Por vontade do tuga os pelourinhos eram usados todos os dias.

Voltando à foto, neste mesmo programa, pelo que me tenho apercebido, todos os dias há uma rubrica dedicada a este caso. Cada vez que vejo este separador bolso-me todo.
Parece que o Xanana Gusmão afinal é mais ou menos a mesma merda que este senhor. Um verdadeiro mártir (ou papa-criancinhas).

Não quero perder esta oportunidade para insultar quem votou na Fátima Lopes (apresentadora) para receber o Globo de Ouro para a categoria "Heroína":
Oh seus camelos de merda, vocês acham que o dinheirinho que ela dá aos pobrezinhos que vão ao programa vem do bolso dela? Não acham que é de ter um AVC só de ver a exploração emocional que é feita?

Um mimo final para Fátima Lopes (estilista):
Se fosses uma vaca já não achavas tanta piada ao uso de peles naturais...
Já entalavas um braço numa engrenagem de uma máquina industrial, não?

2007-04-23

Cada vez mais mulher


Ao rever parcialmente o filme G.I. Jane, apercebi-me que sou capaz de ter um pé de cada lado.
A dada altura do filme, depois de apanhar muita pancada, Demi Moore encontra-se no bar com os seus camaradas de recruta e bebe uns valentes copos. Através dos comentários dos seus camaradas apercebemo-nos de que eles apreciam que ela beba como um homem.

Ora se tivermos em conta que eu não bebo (salvo episódios raríssimos em que insistem muito para que o faça) isso faz de mim uma menina.
É um bocado chato mas o que é certo é que não gosto do sabor do álcool e por isso sou discriminado. Os meninos gozam comigo e as meninas cospem e pontapeiam a minha pobre cabeça. Noutro dia houve mesmo uma criança de 3 anos que me fez um manguito enquanto bebia um trago de absinto.
Sinto-me discriminado, mal amado e nem sequer posso afogar as mágoas.

2007-04-19

Eu queria ser um choco

Se não fosse um rato gostava de ser um choco. A vida de um choco deve ser muito fácil.
Sempre que algo me desagradasse...

Imaginem um choco no Lidl do Atlântico. Estala uma discussão quando abre uma caixa e as pessoas não mudam para a mesma por ordem de chegada.
- Seu granda filho da Lula! Não respeitam ninguém. Eu estava primeiro! Vá para o fim da rocha!
Eu, como quem não quer a coisa, pegava na cabeça dos dois, mandava-as uma contra a outra, largava um jacto de tinta e seguia feliz e contente para casa.

Saída para um café com uma choca, extremamente atraente, que venho a reconhecer como sendo um marco na burrice dos cefalópodes, a quem eu digo.
- O problema não sou eu, és TU!
Tinta nela e fuga rápida (sem esquecer de pagar a conta, cobarde mas cidadão cumpridor).

Imaginem só a vida que não teriam os árbitros num estádio de futebol aquático.

2007-04-16

O que é um Piston?

Estupidamente assumi que seria mais ou menos do conhecimento comum o que seria um piston e qual é o seu aspecto. Errei, como se pode perceber pelos comentários do último post.

Claro que não sabem! Não é propriamente uma coisa que haja na casa-de-banho e que seja de uso diário.

Um piston é a palavra francesa (que de resto é usada pela generalidade dos mecânicos em Portugal) para pistão.
O que é um pistão? É isto (letra P):
do Fr. piston

s. m.,
êmbolo;
Mús.,
dispositivo de certos instrumentos de metal (trompas, trombones, etc. ) que serve para ajustar a afinação e permite ao instrumentista produzir todos os sons da escala cromática;
instrumento de sopro regulado por pistão.

Compreendem agora o fascínio deste pobre atrasado mental ao ouvir a frase que dá titulo a este blog? É que não faz o mais pequeno sentido. Acho que era o tinto a falar mais alto.


2007-04-15

"O piston é a cabeça do Homem"

Muita gente já me interrogou acerca da génese deste nome (mais precisamente zero pessoas).

Para que se note que sou uma pessoa extremamente sensível e altruísta, vou passar a contar a breve história que conduziu a este achado.
Faz mais ou menos um ano que uma amiga me convidou para tirar um curso de nadador-salvador com ela. Aceitei de imediato. Embora não tivesse os dentes podres, não gostasse de passar muito tempo a torrar a pele, não praticasse surf, não tencionasse exercer a profissão, nem achasse que era uma excelente forma de engatar miúdas, a minha intensa vontade de fazer o bem fez com que me fosse inscrever de imediato.
A parte prática foi cagada. Já tenho uns anitos de natação no lombo e desde o primeiro dia que consegui fazer os tempos necessários para ficar aprovado (palmas para mim).
Na parte teórica a coisa não correu tão bem. Tive que dar algumas faltas e no que toca a exames... Rés-vés! Se tenho falhado mais uma pergunta ficava chumbado.
Gostava que estivessem todos conscientes que há por aí muito nadador-salvador que tem tanta capacidade (física, técnica e psicológica) para desempenhar a função como um elefante autista e estrábico. Os testes são muito pouco exigentes e a quantidade de gente em avançado estado de parolice que surge nestas formações é praticamente de 100%. Qualquer pessoa que queira ser o herói do grupo de trabalho, só tem que subornar os colegas com sugos ou plasticina. Felizmente têm-me a mim, cidadão e profissional aplicado e competente (quero ouvir mais palmas).
Mas chega de denegrir pessoas que não têm oportunidade de se defenderem (são estúpidas demais) e vamos a talhar (peguem no cutelo).
No Verão seguinte, esporadicamente e só para substituir alguém que estivesse de folga, lá ia o Jorge brincar aos nadadores-salvadores.
Numa dessas ocasiões, a que interessa para o post, fui parar à Praia Grande (para quem não sabe é uma praia com umas ondas pequenitas e que nem é nada perigosa...). Quem é que estava lá para me ajudar na importante tarefa de proteger os banhistas da sua própria conduta merdosa? Um velhote que envergava uma t-shirt onde se podia ler "Banheiro". Estava-se mesmo a ver que este Sr. estava lá para quatro coisas:
  • Almoçar e destruir um bom tintol
  • Montar e desmontar toldos
  • Cobrar a dinheiroca inerente
  • Fazer em papa o meu cérebro
Entregue que estou a minha sorte, coloco uma cadeira próximo do mar e lá me sento a (tentar) ler um livro enquanto deito um olho aos suicidas (o facto de estar bandeira vermelha é coisa de que não fazem grande caso).
Com o passar do dia o solitário velho faz conversa comigo. Fala, fala e fala mais um pouco. Eu vou sorrindo e acenando de forma quase automática. Em menos de nada está a usar termos bem jocosos e a comentar a carne que se vai passeando.
Depois de muitas horas a absorver informação, de responder com "humm humm" e de receber uns empurrões laterais (que mania parva que havia de ter) houve uma coisa que ficou bem gravada. Do nada (não me lembro de que estava a falar) sai-se com um "O piston é a cabeça do homem!"

Alguns meses mais tarde, depois de rejeitar um outro nome, que embora tivesse nascido antes dos "Gato Fedorento" podia soar a colagem, vá de usar a frase deste meu companheiro de um só dia.
Muito obrigado senhor banheiro!

2007-04-13

Finalmente!

A resposta que necessito já há muitos anos.
Que fique bem claro que isto é o tipo de coisa que me interessa. Finalmente alguém disse o que era necessário.
Este é um acto essencial no que toca à socialização entre homens, acho mesmo que devia haver uma federação que desse apoio à modalidade.

Vi há pouco tempo no Odisseia que, no que toca à fase sólida da questão, só muitos anos depois da invenção da televisão é que se quebrou um tabu. Havia uma espécie de auto-censura que impedia a filmagem do simples fundo de uma sanita.

Se já nos permitimos a ver filmes pedófilos no jornal da noite, porque é que não damos largas às nossas necessidades fisiológicas? Não é legitimo? Não faz parte da nossa humanidade?
Quando é que será possível assistir à Lurdes Baeta a dizer "Boa noite (traque), este é o Jornal Nacional!"?

2007-04-11

A protecção civil aconselha:

Todos os cidadãos do concelho de Cascais devem permanecer dentro das suas residências.
Já foram accionados os meios necessários para remover o muco nasal que se tem acumulado, nas rodovias, durante últimas horas. Os bombeiros, recorrendo a limpa-neves, estão já a limpar as artérias principais.

Estou com um ataque de espirros que é qualquer coisa de proporções bíblicas. Note-se que não quero dizer "do tamanho de uma biblia", é algo um pouco mais grandioso.
Em boa altura deixei crescer um pouco de barba.

Jorge, tal qual um castor, construiu uma barragem natural entre o nariz e a boca, retardando a descida do constante corrimento que provem do seu nariz e que tenta aceder à boca.

É que isto está mesmo grave. Ando a espirrar com uma frequência tão elevada que estou a ver tudo turvo (tenho o monitor todo engosmado). Para melhorar a situação, recebi agora a confirmação de que o meu signo tem ascendente em Gripe, o que a esta altura do campeonato não ajuda nada.
Já alguma vez aqui descrevi o quão gratificante é espirrar com o capacete posto e ter que andar mais 10 km a olhar para um bocado de ranho na viseira?

(Que blog rico este: ranho e dejectos são os temas de maior destaque.)

2007-04-10

Buuuuu!

Eu sou gajo para gostar muito de campo e de andar de bicicleta ou a pé no meio do mato.
Costumo ir com frequência para a serra de Sintra por ser um local onde passamos, em menos de um fósforo, de ambiente urbano para floresta cerrada.
Num dos meus últimos passeios encontrei vestígios de bruxedo ou então de um valente cozinhado.


Assumindo que a primeira imagem não é muito clara, passo a descrever:
- Travessa de barro com velas vermelhas, em forma de pénis, derretidas quase na sua totalidade.
Quem terá sido o felizardo a receber tal declaração de amor?
Será que já estão casados?
Será este perfume é feito à base de urina de égua?
Será este post estúpido?
Será que vai ser lido pelo autor ou alvo deste ritual?
Será que algum de vocês vai continuar a praticar o desporto-do-banco-de-trás por estas bandas, sabendo que a qualquer segundo eu posso saltar do meio dos arbustos, todo nu e com uma câmara de filmar nas mãos?

Deixo-vos com mais uma pérola que já pôs muita gente a bater o dente.

2007-04-09

Continua a ver se não te parto a caixa de música...

Que fique bem claro que eu não sou homofóbico (acho eu).

Estava na Sexta-feira à noite a passear a minha real peida pela Sport Zone do Oeiras Parque, quando vejo um ser abichanado a entrar neste mesmo estabelecimento. Encosto-me instintivamente a um pilar e aguardo que Nuno Guerreiro passe para a minha frente, onde posso mantê-lo debaixo de olho (escolha infeliz de palavras).
Cada um escolhe a sua sexualidade, para mim é ponto assente. Ainda assim, impressiona-me bastante ver uma mulher machona ou um homem florzinha. Lamento se vêem em mim uma besta preconceituosa mas não há nada a fazer.
Voltando à nossa jovem estrela, em nada me incomodava a sua presença até ele começar a cantar. É tal e qual como leram! Do nada o moço começa a acompanhar a música que tocava na loja com a sua voz de pífaro, a modos que em volume considerável. Estive por várias vezes tentado a pegar num taco de basebol e a usá-lo para lhe partir o rádio.


Quem é que já percebeu a razão pela qual escolhi esta foto para ilustrar este fantástico post?

2007-04-08

Dr. Grozny

E não é que este gajo, que até tem um blog muito janota, foi fazer de parolo para a TVI?
Para quem não sabe, este jovem é o mesmo gajo que em chamadas para o programa Curto Circuito, imitava na perfeição um emigrante de leste.
Estive para ir à sua última actuação de Stand-up (tivesse eu descoberto o local).

Não é que o moço vai agora meter-se neste pedaço de cagalhão televisivo?
Acho que a curiosidade me vai obrigar a visitar a TVI mais algumas vezes.

Oh vida cruel!

(Uma das borregas novas diz que gosta de desafios... Para mim era já para abater!)

2007-04-07

A masculina não surte efeito?

Já era odiado por muita gente, mas, como se não estivesse satisfeito, vá de perder o apoio das mulheres de extrema-direita:

Le Pen sugere masturbação feminina como contraceptivo

Por alguns anos vivi enganado. Pensei não ter jeito para lidar com as raparigas.
Acho que não estava enganado mas, vendo bem as coisas, sou capaz de estar bem melhor cotado do que aquilo que julgava.

Para quem ainda não conhece:

Eu sou muito mais a favor de que se espalhe o ódio e vergastadas nas rótulas.
Seja como for, percam alguns segundos a ver este vídeo.



Alguém me ajuda a rachar o crânio deste gajo?

2007-04-06

Ai que águinha tão saborosa!

Para todos aqueles que, tal como eu, gostam de natação e de dar umas valentes braçadas, gostaria de deixar-vos com a seguinte reflexão para recordarem aquando da vossa próxima visita à piscina:
A probabilidade de que as moléculas de água que acabaram de passar-vos pela boca não tenham andado nos genitais de um velho de 60 anos, é praticamente nula.

2007-04-04

As olheiras de Pacheco Pereira dão para fazer duas mantas

E não é que repeti a proeza? Andei de novo à procura da chaves do carro e nada! Recorro à cópia. Horas mais tarde, quando volto a colocá-lo na garagem, encontro as famigeradas metidas na fechadura da porta do pendura.
Quão velho é o carro para que ninguém o queira levar? Acho que não é por aí, até que está bem estimadinho. Acho que é daquelas coisas óbvias que não me podem correr mal. Murphy (leis de) só me tira o tapete naquelas situações em que nem um cego consegue deixar de ver o que tem que ser feito.
Pelos meus cálculos, estas coisas das chaves funcionam em ciclos de dois acontecimentos por categoria (fora ou dentro). Antes desta série de otário-deixaste-as-chaves-à-mercê-de-qualquer-meliante, tinha tido uma de ó-pra-elas-tão-lindas-lá-dentro-a-apanhar-sol-e-tu-trancado-cá-fora.
Que venha depressa o Sol que eu não me quero constipar.

Nota: Antes de publicar o post vi o Sr. Pacheco Pereira na televisão e vislumbrei de imediato um titulo à 24 horas.


Nota 2: É Super-Homem mas estou certo que não tem o poder de pairar na retrete...

2007-04-01

Homenagem para a Mulher

Eu admiro profundamente todas as mulheres.
Não pelas dores menstruais que suportam nem por carregarem uma criança durante 9 meses.
Também não são as dores de parto que me impressionam.
Aquilo que realmente incute em mim uma necessidade de admirá-las é o facto de, sempre que se dirigem a uma casa-de-banho pública para executar qualquer necessidade fisiológica, terem que ficar a pairar sobre o assento da sanita.
Eu acredito piamente que não resistiria com vida mais de 1 dia nessas condições dramáticas.
Não há nada que crie mais temor no homem que ter que defecar fora de casa. Um homem mija de pé e não está habituado (nem tem força nas pernas) para se manter, qual Jedi, a flutuar no ar. Assentar o sensível traseiro em local desconhecido está fora de questão.
É uma situação desagradável e à qual só nos submetemos em casos de extrema gravidade. Exemplo: liquidez extrema.

Admiro-vos!