2007-12-12

Plock

Quando me mudei para a habitação em que resido neste momento, já lá vão uns 12 anos, recordo-me perfeitamente de me debater com um problema de adaptação.
A sanita, por ter uma inclinação muito superior à que estava habituado, fazia com que o produto do meu ânus caísse, a pique, directamente na água.
Sem a resistência oferecida pelas loiças sanitárias, é óbvio que se faziam sentir salpicos que, de forma gentil, aconchegavam o meu traseiro. Ainda que melindrado por esta situação (que me causava arrepios), caguei no caso.

Tenho uma vizinha de blog que escreve muito bem mas que se perde com frequência a fazê-lo sobre o Amor. Na verdade, a especialidade dela é cócó.
Recordo com alguma nostalgia uma frase que me disse na primeira vez que falei com ela fora do mundo virtual. Era mais ou menos isto: "Quando estive no Algarve não caguei durante 5 dias e lembrei-me de ti". Admitindo que é comovente, aguentei firme e não verti uma gota de diarreia.

Impulsionado pelo último post desta Dama da Merda, resolvi avançar com este tema e colocar aqui uma foto tirada a pensar em vocês.

Mas que merda é esta?
Sabem porque é que se lava as mãos depois de ir à casa de banho? Porque ainda que usando várias camadas de papel, AS BACTÉRIAS PASSAM!

Outra técnica do defecador metrossexual ou das fêmeas, é a tentativa de ocultar a sonoridade do acto liquido ou sólido.
Será que acham que há a hipótese de as pessoas no exterior da casa-de-banho pensarem que vamos para lá meditar ou para fazer pasteis de bacalhau?
Deixem-se disso!
Quanto mais silêncio há, maior é a probabilidade de estarem a alimentar um mercado de apostas ilegais. A tarefa mais chata será a do responsável pela avaliação olfactiva.

"E temos... (snif, snif) BOSTA!"

17 comentários:

  1. É verdade. Podemos ser muuuito amiguinhas e tal, mas no que toca ao arreanço, ficamos caladinhas na esperança de disfarçar o Plokfflll.
    O que não deixa de ser estúpido.

    ResponderEliminar
  2. Calúnias! As coisas que este homem diz de mim! Onde já se viiiiiu? Calúnias!

    ResponderEliminar
  3. És maravilhoso e o teu rabinho tem que ser protegido com o mais macio e fofinho papel para que faças o teu cócó com alegria.

    ResponderEliminar
  4. É o melhor texto de merda dos últimos tempos.
    E a foto é uma obra d'arte digna de concorrer ao World press photo.

    ResponderEliminar
  5. Maria do consultório, é estúpido. Com o tabu que continua a haver em torno do sexo anal, não acham que temos consciência que ele está lá para fazer outra coisa? Os partos não se executam por essa via.

    Poisoned, estavas mortinha para que eu contasse!

    Maria Strüder, é sim. Produz um dos mais conhecidos doces natalícios.

    Sereia, tens algum problema com a décima sétima hora do dia?

    Mike, não é o melhor texto. Quanto à foto, é o orgulho do Pai ou se calhar é mais capaz de ser merda que não saiu de olho cego.

    ResponderEliminar
  6. :)
    Amei o post da Poisoned! Tal-e-qual!!!
    E o papel que se põe no fundo da sanita tem a dupla função de abafar o ploft E prevenir os salpicos. É isso ou mal o produto se despregue desviar o rabinho para o lado...
    Bela conversa que práqui vai....
    LOL

    ResponderEliminar
  7. Dama da merda????? Ahahahahahah, lindo!!!

    Eu só em casa!

    ResponderEliminar
  8. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  9. Papoila, agora uma novidade para todos: aquilo que está lá em baixo não é ÁCIDO! Não provoca queimaduras químicas.

    Pink Lady, também podia ser "Dama da manta-dos-peidos"...

    Cão_que_morde, eu sou gajo para fazer fezes em comentários cujo único objectivo que têm é o de publicitar descaradamente um blog.
    A votação que propõe vai dar direito a prémios ou é só para colocarmos a correr um link para aí?

    ResponderEliminar
  10. Piston não é ácido mas é onde caem os cócós das outras pessoas!!!
    E sim, eu TAMBÉM puxo o autoclismo antes de usar mas com estas coisas dos germes todo o cuidado é pouco...
    (e caramba, imaginar o nosso rabinho salpicado por uma água que ESTÁ ALI assim, por si só, não é algo agradável!)

    ResponderEliminar
  11. Faça como eu. Pratique a defecação em altitude.
    Não há nada como pairar por cima da cagadeira.

    ResponderEliminar
  12. AHAHA o que eu me ri. verdade verdadinha...tento fazer pouco barulho...a posição caçador ainda é pior...não abafa o som vindo do penico, e a altura da torneira ainda é mais alta que o comum. Mas a falta de contacto fisico ajuda as bactérias a ficarem longe.
    Tens que escrever sobre o puxar ou não puxar o autoclismo antes de cada descarga fisica...

    ResponderEliminar
  13. Agua no rego é fixe para desencrustar os pequeninos bocadinhos de merda que ficam presos nos pelos...

    ResponderEliminar
  14. rsrsrsrsrsrs muito me ri, mas a ser verdade, olha depois do uso dessa sanita com ângulo dificil, usa papel higiénico bem seco...

    bom 2008

    ResponderEliminar