2007-06-22

Claro que importa!

Quer-me parecer que anda por aí muita gente chateadinha pela minha falta de regularidade no que toca a escrever por estas bandas. Acalmem-se crianças! O Pai anda muito ocupado mas ainda não vos abandonou. Vamos ao que interessa.

Claro que o tamanho conta! Não, não é acerca disso que venho dissertar. Venho antes defender uma teoria (ainda que não tendo qualquer dado que a comprove).
Acho que, nem que seja por uma só vez na vida, todo e qualquer homem executa a medição do seu "berbequim do amor"(Nuno Markl). Seja com a régua da escola ou com a fita-métrica da caixa de costura da Avó (ou da esposa), todo o macho que se preze tem que saber qual o tamanho numérico do instrumento.
Porquê? Simples. Se não fosse feita esta quantificação, como é que o macho ia saber se está acima da média? E como é que íamos ter um meio de comparação semelhante aos tamanhos de soutien?
Gostaria de saber quem é que tem tomates e se chega à frente para ajudar-me a confirmar esta minha teoria.

Quanto à história do "tamanho não importa, importa é que sejam esforçados" tenho a dizer o seguinte (a todas as senhoras que não admitem a importância deste factor):

Imaginem que têm um motor de um Ferrari. Preferem que ele seja montado na carroçaria de um Fiat Panda?

20 comentários:

  1. Não percebo porque é que os homens têm direito a teorias duvidosas dessas e nós não tenhamos para a celulite e outras coisas afins...

    "Não importa, querida! Eu nem reparei nesse rabiosque assustadoramente quadrado! Importa é que sejas esforçada!"

    ResponderEliminar
  2. Também pode acontecer termos a carroçaria de um Ferrari com um motor de um Fiat Panda...

    ResponderEliminar
  3. E de que te adianta ter o motor do Ferrari se não souberes conduzir? Ou teres um camião TIR para uma garagenzita?

    ResponderEliminar
  4. a teka disse bem e com isso disse tudo!

    antes um panda com motor ferrari que o contrário!

    ResponderEliminar
  5. Calma! Só quero dizer que os olhos também comem.

    Conta mas só às vezes é que determinante.

    ResponderEliminar
  6. Mas ainda não percebi! Tamos a falar de carros ou de pénis???

    ResponderEliminar
  7. Tenho que te dar uma formação em torno da temática das metáforas.

    ResponderEliminar
  8. Pois Jorge, mas uma vez que és o único homem a comentar este post, parece-me que tens de te chegar à frente...

    ResponderEliminar
  9. Homens cobardes!
    Eu já chamo os bois pelos nomes...

    ResponderEliminar
  10. Eu tenho a dizer que o tamanho do pénis e o tamanho dos soutiens não são questões comparáveis. O tamanho do peito de uma mulher apenas interessa esteticamente. Já o pénis tem outras funções, para as quais o tamanho tem grande importância.

    ResponderEliminar
  11. De acordo. Agora vai dizer às meninas que nos vendem essa de "o tamanho não importa" que está na hora de começarem a ser um bocadinho mais sinceras.

    Qual quer dia surge a do "o tamanho não importa, o que importa é se sabe recitar poesia e fazer ponto-cruz".

    ResponderEliminar
  12. Eu pensava que os homens é que nos vendiam a história de que o tamanho não importa. Claro que importa! Mas, de facto, de nada vale grande e incompetente.

    ResponderEliminar
  13. o tamanho impressiona, o motor trabalha! os olhos também comem sem duvida!
    nao entendo, mas os homens aqui nao se chegam à frente... MENINOS!

    ResponderEliminar
  14. Susaninha, vendem os homens e as mulheres piedosas.

    ResponderEliminar
  15. Que adianta teres uma pila grande e não saberes o que fazer com ela?
    Sexo bom não é só enfiar meu caro...

    ResponderEliminar
  16. Cum caraças! Alguém leu alguma coisa escrita por mim que dissesse isso? Apenas estou a dizer que também importa, não estou a dizer que é o mais importante e definitivo.

    Porque é que vocês não querem engordar? Um bocado de celulite não faz do sexo uma coisa melhor ou pior, ou faz?

    ResponderEliminar
  17. Claro que importa! Não é tudo mas importa! A sensibilidade é diferente. Só acredita nisso quem quer.

    Jorge, com essa vou já abrir uma latita de leite condensado... eeheheheh!

    ResponderEliminar
  18. Jorge... estou contigo. Claro que importa o tamanho e claro que não há gajo no mundo que não o tenha medido nem que seja uma única vez na vida! No entanto o que acho essencial é que o motor seja um Ferrari... e de preferência sempre com gasolina

    ResponderEliminar