2007-05-14

Palavra "gratificante"

Estou farto desta palavra! A sua aplicação enoja-me porque está associada a sentimentos nobres e normalmente falsos.
Quando é que surge alguém que diga "não só não foi gratificante trabalhar nesta campanha de solidariedade como estes pobres metem-me nojo".
Acho mesmo que esta palavra só pode colher a minha simpatia quando for utilizada em expressões como "foi muito gratificante violar aquela mulher com problemas mentais" ou "foi gratificante os tomates!".

Meus caros, sejam sinceros. Nem tudo o que se faz (e tem cobertura da comunicação social) profissionalmente é agradável. Sejam um pouco mais sinceros ou pelo menos omitam o facto de odiarem pessoa reputada X que vos andou a explorar que nem cães.

O mundo precisa de mais ódio e rancor. Transpareçam o que vos vai na alma.
Eu, pela parte que me toca, cá estarei de braços abertos para receber todas as energias negativas (e pedras da calçada) que queiram partilhar comigo.

22 comentários:

  1. preciso de voluntarios para fechar todos os meus pseudo professores numa sala e pegar-lhes fogo mas nao sem antes dar lhe um enxerto de porrada, alistaste?? ja que o mundo precisa um bocadinho de odio e rancor bora la espalhar um bocadinho também de medo heheheh

    ResponderEliminar
  2. Sou um acérrimo defensor da educação pelo medo.
    Se um dia tiver um filho, pelo sim pelo não, sempre que ele chegar à noite da fábrica de sapatos, vou dar-lhe um enxerto de porrada.

    ResponderEliminar
  3. fabrica de sapatos??

    desculpa mas essa nao atingi :(

    ResponderEliminar
  4. Eu não tenho energias negativas. Pedras da calçada, ainda vai...

    Mas é muito gratificante ler-te!

    ResponderEliminar
  5. Bela, trabalho infantil? Fábricas nortenhas?

    Alexandra, não tenho dinheiro para emprestar-te. Que queres de mim?

    ResponderEliminar
  6. Reparo que continuas a deter uma sensibilidade digna de um paroquiano...

    ResponderEliminar
  7. Sou uma mistura de estivador com boneca de porcelana.

    ResponderEliminar
  8. Merda comentei e isto apagou fogo!
    Também não volto a escrever fdx!

    ResponderEliminar
  9. Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante Gratificante

    Muahahahahahah!!!

    ResponderEliminar
  10. Louvo a forma como mentem só para me irritar.
    Falharam.

    Alexandra, eu tenho a foto de um touro, não de uma vaca.

    ResponderEliminar
  11. Isso não é um touro.

    É um bezerro que leva umas ceroulas de arrasto!

    ResponderEliminar
  12. Porque tens uma foto de um bixo feio com cornos no teu blog?
    (e não estou a falar daquela onde apareces no reflexo do monitor...)

    ResponderEliminar
  13. O "explicito" tem mais a ver com os comentários de miss Alexandra.

    Porque é que escolhi esta foto? Terá sido pela "fralda"?

    ResponderEliminar
  14. Que já sabemos que sofres de incontinência e que usas umas Tena Lady isso já sabiamos mas porque raio foste tu escolher um touro ou boi ou lá que coisa é essa com umas fraldas nos cornos??!

    ResponderEliminar
  15. é muito gratificante receber comments seus a estas horas.

    ResponderEliminar
  16. Agora já há Tena Men...

    Provavelmente porque o boi é um bicho cegeta e ainda por cima investe de olhos fechados.

    No fundo, em vez das ceroulas o Jorge via uma tanguinha pequenina e pensou que isso seria reduto da sua masculinidade...

    Pessoalmente, a vaca lilás do Milka trás-me melhores recordações.

    ResponderEliminar
  17. Odeio-te!!! tenho-te rancor, porque não me deixas-te roubar-te quando eras piquenino.
    Será que ainda vou a tempo?

    ResponderEliminar
  18. Ai homem, das duas uma, ou precisas de levar mais porrada, ou então tas carente de muito amor.
    E receber muito amor é deveras gratificante.
    rsrs
    Dás porrada no teu filho e qd fores velho ele afinfa te tb

    ResponderEliminar