2007-03-09

Expressão parva

De há uns anos para cá, em vez de "namorar" usa-se "andar".
Exemplo:
- O Cajó está a andar com a Kátia Andreia (Kátia com "k" porque é mais rameiro).

Pegando nisto e depois de ouvir numa novela da TVI:
- Sei lá! Para já só estamos a andar, mas está a tornar-se sério.

Deduz-se então que qualquer dia estarão a "correr" (muito provavelmente dentro de um carro, num estacionamento manhoso - quecódromo).

6 comentários:

  1. É necessário existir um conceito numa relação?
    O que foi feito à naturalidade com que as coisas se desenvolviam sem existir rótulos?!

    ResponderEliminar
  2. Foi pelo cano, tal como a virgindade até ao casamento.

    ResponderEliminar
  3. Ahahaha... muito bem visto!

    Mas tendo em conta que a obesidade está a aumentar no país, suponho que exista uma maior quantidade de casais que não têm nada sério, caso contrário, andava tudo por aí com um rico corpinho!

    ResponderEliminar
  4. e entao o que dizes sobre ai e tal o meu/a minha "amigo/a colorido/a"

    e quem diz amigo/a colorido/a tb diz ah e tal so andamos a curtir ou mesmo ainda mais nem sei bem como adjectivar esta expressaozinha que se segue: por enquanto so nos andamos a comer??

    e esta hein??

    ResponderEliminar
  5. Cajó é que não! Mas porque raio agora oiço esse nome horrível por todo o lado? Cruzes.

    ResponderEliminar