2007-01-08

Foi Feitiço

O drama de um pastor com fome, por André Sardet (cantar com a melodia correspondente)

Eu gostava de ser como tu
E ter tanta erva pra papar
ter o prado como fundo
ir ao fim do mundo e voltar a berrar

Eu não sei o que hei-de fazer
És a cabra que sempre quis ter
E agora vou ter que te matar
Pra comer!

10 comentários:

  1. Não disse que era auto-biográfico.
    Pastor? Depende da cabra...

    ResponderEliminar
  2. Não percebeu. Não lhe estava a chamar pastor, senhor, estava a constatar que também falou de pastor. E essa coisa da cabra, ficou-lhe mt mal. pffffff

    ResponderEliminar
  3. E já tinha falado antes de ti, no post de dia 25. Até meti lá o trailer.
    "... a maldade está na cabeça das pessoas." - Quim Barreiros

    "Há quem goste de usar citações para se safar de situações embaraçosas." - Jorge Piston

    ResponderEliminar
  4. Serei a única a achar a música do André Sardet uma verdadeira dor de estômago? Nova versão (para o Sardet cantar):

    Eu gostava de me calar um dia
    Deixar de dizer disparates,
    baboseiras, parvoíces e idiotíces
    Deixar de criar... azia!

    ResponderEliminar
  5. Ele embala tão bem que mesmo que a letra narrasse uma história de defecação o pessoal alinhava na mesma.

    ResponderEliminar
  6. LIIIIIIIIIIINDO

    Epá a sério... antes de me conheceres, antes de eu te conhecer...

    Piston... pá... a sério...

    ... não me comas -.-

    ResponderEliminar