2015-07-14

Melhorando uma Vida

Noutro dia cruzei-me com um mendigo e decidi mudar as nossas vidas.

Emprestei-lhe 500€ para tomar um banho, comprar roupas e alugar um quarto. Estas seriam as condições necessárias para conseguir reintegrar-se na sociedade, arranjando um emprego, nem que fosse a ganhar o ordenado mínimo.
Pedi-lhe em retorno que começasse a pagar-me de volta no mês seguinte. Teria que saldar a dívida em 3 prestações de 250€.

Logo no primeiro mês falhou o pagamento. Disse-me que o dinheiro que tinha emprestado não chegou para alimentar-se em condições e, de tão fraco, começou a não conseguir trabalhar, tendo sido despedido.
Emprestei-lhe mais 500€ exigindo que vendesse os sapatos e que me pagasse de volta em 7 prestações de 300€.

Falhou novamente no mês seguinte. Disse-me que sem sapatos feriu os pés e deixou de conseguir trabalhar, tendo sido despedido.

Disse-lhe então que para resolvermos o problema de vez, vinha trabalhar para minha casa e que, para além de alimentação e abrigo, lhe pagaria 1€ por mês. Desse euro teria que me dar 50 cêntimos até pagar tudo o que lhe tinha emprestado. Como sou generoso, perdoei-lhe os juros.

E foi assim que mudei a minha vida para melhor ao contratar para todo o sempre, como mordomo, o Meliteu.

OXI - Numeração Romana com gralha

Quando os gregos decidiram rejeitar as medidas de austeridade que os credores lhes queriam impor, tudo quanto é anarquista e gente de esquerda veio gritar para a internet a plenos pulmões "OXI".

Só porque estes reservatórios de piolhos defendem esta posição, aparentemente não posso fazê-lo sob a pena de integrar a manada dos que reagem porque querem ser anti-sistema e não porque têm uma argumentação lógica a defender esta posição.

Ora eu, Piston de Almeida, achei que a negação de tais medidas foi uma demonstração de coragem e, apesar de tudo, tomo banho todos os dias.
Acho admirável que um povo que está a torrar ao Sol, a sofrer queimaduras e a desidratar, diga que rejeita a água que lhe dão se para isso tiverem que abdicar da liberdade.

Mais, não acho sequer que seja incompatível acrescentar a esta opinião que, pelo que leio, os gregos merecem parte do que lhes está a acontecer. Sempre foram grandes adeptos de uma economia paralela bem musculada, não percebendo que quando são mais os que tiram do saco do que os que põem, coisas más acontecem. É o mesmo estar à espera de não gerar uma dermatite quando se faz amor com uma pessoa do Barreiro.

Às pessoas que acham que não se deveria dar nem mais um cêntimo à Grécia, pergunto se defendem a pena de morte.
É que os gregos são culpados de trafulhice da grossa, não tenho grandes dúvidas disso, mas isso não quer dizer que a penitência tenha que ser tão dura.

- Blablabla, é o terceiro resgate e não cumprem nada do que é exigido!

Mesmo assim, assumindo que todos os cidadãos são ladrões, devemos condenar um país a nunca mais se conseguir levantar? Não é isso de facto uma pena de morte (que em muitos casos será, de facto, literal)?

2015-05-19

Grau Zero

Vejo anunciado no mural do Facebook o falecimento de uma pessoa.
Neste caso acredito que foi uma forma genuína e prática de anunciar o óbito e de comunicar onde se daria o velório e o funeral, não creio que tenha sido uma forma de chamar a si toda a pena e atenção do mundo.

São centenas os comentários pesarosos que se seguem e que não deixam de me enraivecer de forma bastante considerável.
Se alguém que perdeu um familiar próximo não merece sequer uma chamada de conforto, não será o comentário numa fotografia no Facebook um enorme Dirty Sanchez de falso cuidado? Porque não conseguem estas bestas resistir à passerelle binária?

2015-05-01

Olá bebé, adeus bebé.

Eu, como masturbador regular, condeno à morte com uma frequência bastante considerável milhões de espermatozóides. Gostaria que a carta que está na berra também lhes fosse endereçada. Podem colocar umas quantas cópias na sanita que eles hão-de lê-la na ETAR mais próxima.

Caros Cristãos-que-acham-que-uma-menina-de-12-anos-deve-parir,

Já que o pai-avô da criança forçou o acesso ao útero da sua filha, porque não fazer o inverso?
Vamos lá avançar com este parto natural, ao melhor estilo de "Alien", para o qual a mãe não está fisicamente preparada.
Quanto à capacidade psicológica da criança para amar o bebé, isso é completamente irrelevante. O que é realmente importante é salvar o irmão-filho da mãe e neto do pai.
Tudo isto pode parecer confuso mas estou certo de que daqui a uns anos, numa qualquer consoada de Natal, todos hão-de rir deste momento difícil e estarão felizes pelas decisões tomadas:

Mãe - Ainda bem que não me permitiram abortar. Se assim tivesse sido hoje em dia não teria o Manel, esta coisa fofa que tanto se parece com o pai.
Ó pai? Lembras-te daquela vez em que eu sangrei? Aquela primeira vez na qual me enterraste violentamente o caralho nas partes virgens? Acho que foi nessa noite de terno amor que ele foi concebido.
Pai -  Não sei. O que te posso dizer é que a dona Alzira, a que tem cataratas, diz que ele se parece muito mais com o avô do que comigo. É tão estúpida!
Manel - Avô, avô! Posso comer um chocolate?
Avô - Não sei... Temos que perguntar à irmã.
Irmã - Pai, se tu és avô do meu irmão, isso quer dizer que também sou tua neta?

E todos riem como se fosse o final do episódio de uma sitcom dos anos 90! Depois, durante os créditos finais, a filha afoga o Manel na banheira e espeta uma faca na garganta do pai.

Deus, o Tipo omnipresente que ao menino e ao borracho põe a mão por baixo decidiu estender a cortesia ao género oposto mas de uma forma um pouco mais intrusiva e com um ou outro dedo mais saliente.
É nos dizeres de uma Besta deste calibre que se baseiam para defender esta vida que tem tanta probabilidade de ser feliz como eu de defecar diamantes?

2015-04-12

Trabalhos de charcutaria infantil

Tudo aponta para que um janado tenha matado à facada o seu próprio filho, um bébé.

O povo, essa coisa viscosa e repugnante, saltou para as redes sociais a exigir que o eventual culpado seja lentamente torturado e executado.

Não há dúvida alguma de que o crime é chocante. Não há também grandes dúvidas de que espetar palitos debaixo das unhas do homem enquanto se promove a extracção dos olhos com um garfo, venha a ser uma forma eficaz de ressuscitar a criança.

O mesmo povo que se revoltará quando a defesa alegar que o homicida não estava no seu perfeito juízo é aquele que, de cabeça fria, acha bem que se tome a decisão de revolver o problema de forma medieval.

Adoro o povo, adoro!

2015-04-02

Manoel de Oliveira

Se não colocar uma fotografia do senhor no Facebook com a legenda "RIP", ficará o mundo privado da informação de que ocorreu o seu óbito ou ficará Manoel condenado a viver no purgatório?

Estou só a tentar perceber se há uma real utilidade nestas coisas ou se é só produto de gente parola, que tem que atestar publicamente a sua completa indiferença, sem perceber que o acto transparece o vácuo que as povoa.
A necessidade de se alinharem pela bitola que julgam ser a mais popular causa-me náuseas.

2015-03-26

Constatação/Dúvida

As pessoas que moram na Póvoa de Santa Iria tornaram-se instantaneamente feias quando foram para lá morar ou a localidade funciona como um sanatório para pessoas que padecem de graves enfermidades faciais?

2015-03-19

Jim Carey

É delicioso testemunhar a complexa inteligência de um comediante numa forma completamente diferente e de uma profundidade inesperada.
Creio que já vos estraguei a surpresa. Azar.


2015-03-08

Dia da Mulher

Dedica-se um dia a seres que passam a sua existência a enganar o pobre, indefeso, mal remunerado, violentado, humilhado, sem acesso a educação e sensível género masculino.

Não percebo.

2015-03-07

2015-03-06

O ovo ou a galinha

Está no ADN das rameiras serem cabeleireiras ou está no ADN das cabeleireiras serem rameiras?

Este post faz parte da nova secção "vamos lá a diminuir o número de likes no Facebook" e não deve ser tido de forma alguma como algo cómico mas sim como algo ofensivo. Não me venham para cá com poder de encaixe, ok?

2015-03-01

Sílvia

Sílvia é uma cadela.
Calma! Apesar de ser um nome sugestivo é mesmo uma cadela, não se trata de um habitante da Brandoa que labora no Conde Redondo.



A receita de bilheteira referente à sessão de dia 5 de Março, apesar de não ter como destino um programa de esterilização de aficionados tauromáquicos, também será utilizado para ajudar animais irracionais.
Reverterá totalmente a favor da SOS Animal e da Animais de Rua.