2014-12-17

Sopas de diulente e bifes de amianto


 

Mas qual é que é a dieta desta gente? Fizeram uma casa na árvore e só depois perceberam que aquilo afinal era uma antena de telemóvel?
Não, não me preocupei em ler o artigo, trata-se do Correio da Manhã...

2014-12-12

Quando como milho...

... parece época de santos populares na aldeia que é a minha loiça sanitária.

2014-12-10

Tarde

No último ano e pouco tive a oportunidade de conviver com uma pessoa maravilhosa que me surgiu através deste blog.

Dona de uma beleza interior e exterior com a qual nunca me havia cruzado, viu a espécie de diamante em bruto que tinha em mãos (completamente verdade se excluirmos a parte do diamante) e aceitou-me.
Apesar de todas as limitações e bloqueios com que se cruzou dentro desta mente, que não é recomendável, concedeu-me muitos dias de grande felicidade, colesterol, hiperglicémia, maus tratos físicos variados (dos quais sempre fui vítima, sublinhe-se) e cumplicidade, muita cumplicidade.

Nos últimos 18 anos foi a única pessoa que me viu derramar uma lágrima e provavelmente a única pessoa que temeu morrer afogada num carro perfeitamente estacionado em terra. Foi também a única que mereceu tão inesperado dilúvio.

Para ela, que foi de uma generosidade extrema, que fez de mim uma pessoa muito melhor do que aquilo que alguma vez fui, que merece ser feliz em quantidades industriais e porque embirrava com o meu caminhar muito pouco linear, vai isto. Ironicamente ouvi esta edição imediatamente antes de começar a escrever este post.

E também vai isto.

A programação habitual segue dentro de momentos.

2014-12-08

O Lidl tem um sósia do Manuel Cavaco

Fui forçado por uma pessoa que muito estimo (recorreu a arma de fogo e cães esfomeados) a seguir esta edição da Casa dos Segredos.

Não prestava a devida atenção a este tipo de programa desde o Big Brother 2 mas já sabia que o casting havia evoluído bastante e que era devidamente orientado para que se encontrassem os mais reles habitantes do Barreiro e da Brandoa.

Fui surpreendido pela forma engenhosa como a produção conseguiu resolver aquele problema que era o facto dos concorrentes terem vontade própria do público ter (alegadamente) algo a dizer no que toca a votações: criaram um jogo sem regras.
Removeram com grande mestria o manto da desconfiança porque agora já não têm qualquer necessidade de manipular o que quer que seja porque só chega a votações quem eles quiserem.

Como se não bastasse uma deslealdade constante para com pessoas que estão à mercê dos caprichos de uma entidade superior que se chama "A Voz", através da qual momentos que deveriam ser privados entre concorrentes passam a ser difundidos publicamente, ainda temos que levar com um Badaró-Fernando-Mendes feminino que bebeu (bastante) licor de Paulo Portas e que simplesmente não sabe como parar com o chorrilho de trocadilhos.
E o que dizer da classe que é enunciar em horário nobre o número de dedos necessários para levar ao limite a cavidade vaginal de uma concorrente?

Se por um lado tudo isto me gera uma profunda irritação, por outro fico agradavelmente feliz com a forma engenhosa como conseguiram apreender gado que tem idade suficiente para fornicar no ecrã e em simultâneo ter como missões fazer caretas, bandeiras de piratas, recebendo prémios tão fantásticos como moedas de chocolate. Ai Casa Pia, Casa Pia...

2014-11-25

Sicuta Dourada (isto é que era um nome em condições para a operação)

Estimados comentadores políticos / bestas-do-caralho,

Foi com grande surpresa que me apercebi que todos vocês, mesmo aqueles que odiavam o tio Sócrates, vêem tudo isto de forma muito melindrosa.
Acham que é feio fazer uma espécie de festejo porque se está a deter uma pessoa que se deve presumir inocente e que nunca teve a mais pequena nuvem de fumo a denunciar um eventual fogo.
Acham execrável a forma humilhante como os bandalhos responsáveis pela investigação foram deter o homem ao aeroporto em vez de o deixarem ir calmamente para casa exercer eventuais impulsos pirómanos.
Acham que se por acaso este processo não resultar em condenação, está a acontecer algo de muito grave porque, apesar de ser ex-primeiro ministro e um cidadão como qualquer outro, não pode ser detido para interrogatório como qualquer outro cidadão. Acham também que por ser ex-primeiro ministro não pode aguardar julgamento em prisão preventiva porque, apesar de tudo, não é um cidadão como os outros e deve ter liberdade para tentar apagar o rasto o mais possível.

Este foi um fim-de-semana traumatizante porque ouvi e li tanta coisa absurda que nem imaginar o solo de bateria que a Manuela Moura Guedes deve ter tocado com o seu massajador facial consegue gerar em mim convulsões suficientemente violentas para que consiga apagar tais depoimentos da mente.

2014-10-28

4 de Agosto de 2014

Acabo de comer um iogurte com este prazo de validade.
- Vamos fazer amor! - exclamou a sanita.

2014-10-09

Excalibur

Perturba-me que uma parte considerável (ou pelo menos muito visível) das pessoas que defendem ferozmente os direitos dos animais tenha um coração tão grande e um número de neurónios tão pequeno.
É infeliz que uma causa tão nobre seja defendida com argumentação tão acéfala, especialmente quando há argumentos válidos disponíveis.

Excalibur deveria estar vivo por várias razões:
  1. É um caso único até à data
  2. Não se sabia se estava efectivamente infectado
  3. Seria uma oportunidade de aprender um pouco mais acerca da possibilidade de contágio homem -> cão e cão -> homem
Alegar que "se calhar também deveriam abater o namorado da enfermeira porque também teve contacto com ela" é uma tirada pseudo-irónica produzida por calhaus que nasceram roxos, com o cordão umbilical à volta do pescoço. Segurem esse fio de baba, por favor.

Os nossos animais de estimação, aqueles com os quais criamos uma relação afectiva, podem ter um valor superior ao de um humano que não gostamos ou até mesmo ao de um que desconhecemos. Há pessoas que deixaria morrer sem pestanejar se isso pudesse ressuscitar o meu falecido cão. Posto isto, um humano é um humano, um animal de estimação é um animal de estimação.
Não creio que o sistema nacional de saúde espanhol (ou de qualquer outro país) tenha dotado parte do orçamento ao tratamento de qualquer maleita canina. Isto leva-me ao ponto 1: por ser um caso único, talvez fosse possível lidar com ele de outra maneira. Se esta situação se tornar uma real pandemia, caberá na cabeça de alguém que todos os animais de estimação sejam colocados em quarentena? Quem fará esse trabalho? As clínicas privadas?
Desejo boa sorte àqueles que tentarem convencer a direcção das mesmas que devem tratar gratuitamente animais durante uma situação de emergência quando não o fazem no rotineiro dia-a-dia, quando tudo está calmo e quando não há uma crise mundial.

2014-09-13

The real deal

Já alguma vez nadaram num mar ou rio cuja água não era muito aconselhável e ao sairem ficaram com uma espécie de bigode de algas ou lodo?

2014-08-22

The sperm bucket challenge

O número de participantes diminuiria bastante mas os donativos aumentariam exponencialmente.

2014-08-17

Pérolas a porcos

Revejam o post anterior, verifiquem o autor da letra, oiçam o refrão da música.

Vocês envergonham-me.

2014-08-08

2014-06-26

Ainda bem que Portugal não passou

Não, este post nada tem a ver com a prestação de Portugal no Mundial de 2014. Este post é um lamento público pelo facto da Controlinveste ter despedido neste mesmo mês 140 trabalhadores e por nenhum deles ser o jornalista João Ricardo Pateiro.

Quem seguiu o Portugal vs Gana pela TSF sabe que o país foi submetido a mais um relato feito por um jornalista com um caso muito grave de Badarozice.

Este é um profissional que CANTA canções famosas quando um jogador marca um golo, com a letra alterada, de forma a que sejam dedicadas ao mesmo. Note-se que isto não é um improviso do momento nem um rasgo de criatividade fruto da emoção, isto é pensado e bem pensado. Um dia fê-lo de forma espontânea, ganhou um prémio por isso e passou a achar que era um verdadeiro artista.

Para além de ter repetido cerca de 10 vezes a piadola "Onde é que a bola pincha? É no estádio Mané Garrincha!" também nos brindou com esta merda e ainda esta (entretanto o jogo continua e o ouvinte não sabe um boi do que se passa porque o batatinha tem que prosseguir com o seu plano para dominar o festival da canção).

Grau 10 na escala de vergonha alheia.

2014-06-24

Last Week Tonight with John Oliver

Para quem gosta do Daily Show e do John Stewart, este programa é obrigatório.
A linha seguida e os temas abordados são muito semelhantes mas a violência com que são tratados é consideravelmente maior.
Ao iniciar o visionamento do último programa deparei-me com uma pequena surpresa: